Corpo do pedreiro Luís Ferreira da Costa é velado em Hortolândia

Corpo do pedreiro Luís Ferreira da Costa é velado em Hortolândia

O velório do pedreiro Luís Ferreira da Costa, de 72 anos, teve início nesta sexta-feira (19) em Hortolândia (SP). Ele morreu atropelado na manhã de quinta-feira (18) durante um ato de moradores de uma ocupação do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) na Estrada do Jequitibá, em Valinhos (SP). O sepultamento acontece às 15h30.

LEIA TAMBÉM

Ele morava na ocupação “Marielle Vive”, que existe no local desde abril do ano passado, e fazia aulas de alfabetização na comunidade. O protesto reivindicava acesso a serviços essenciais oferecidos pela prefeitura.

Velório do pedreiro Luís Ferreira da Costa em Hortolândia — Foto: Graziela Fávaro/EPTVVelório do pedreiro Luís Ferreira da Costa em Hortolândia — Foto: Graziela Fávaro/EPTV

Velório do pedreiro Luís Ferreira da Costa em Hortolândia — Foto: Graziela Fávaro/EPTV

Luís Ferreira tinha 72 anos e morreu após ser atropelado em ato do MST em Valinhos (SP) nesta quinta-feira (18) — Foto: Marcello Carvalho/G1Luís Ferreira tinha 72 anos e morreu após ser atropelado em ato do MST em Valinhos (SP) nesta quinta-feira (18) — Foto: Marcello Carvalho/G1

Luís Ferreira tinha 72 anos e morreu após ser atropelado em ato do MST em Valinhos (SP) nesta quinta-feira (18) — Foto: Marcello Carvalho/G1

Suspeito preso

O suspeito do atropelamento foi preso no final da tarde de quinta-feira. Leo Luiz Ribeiro, de 60 anos, prestou depoimento e foi levado para a cadeia anexa do 2º Distrito Policial de Campinas (SP).

Em depoimento à Polícia Civil, que durou duas horas, Ribeiro alegou que acelerou a caminhonete por medo. O delegado Júlio César Brugnoli, titular do 1º DP de Valinhos, contou que o suspeito disse não ter percebido que havia matado alguém e que acelerou depois de o carro ser cercado pelos manifestantes.

Ribeiro vai passar por audiência de custódia nesta sexta-feira (19).

Leo Luiz Ribeiro, de 60 anos, foi preso em Atibaia (SP) e confessou ter atropelado moradores na ocupação do MST durante protesto. — Foto: Reprodução/EPTVLeo Luiz Ribeiro, de 60 anos, foi preso em Atibaia (SP) e confessou ter atropelado moradores na ocupação do MST durante protesto. — Foto: Reprodução/EPTV

Leo Luiz Ribeiro, de 60 anos, foi preso em Atibaia (SP) e confessou ter atropelado moradores na ocupação do MST durante protesto. — Foto: Reprodução/EPTV

Um motorista avançou com o veículo sobre moradores de uma ocupação do MST em Valinhos (SP) na manhã desta quinta (18), matou um homem de 72 e deixou ao menos outras cinco pessoas feridas, entre elas um jornalista que gravava imagens do ato. O motorista fugiu em seguida.

Momento em que caminhonete atropela moradores de ocupação do MST em Valinhos; um idoso morreu. — Foto: Reprodução/EPTVMomento em que caminhonete atropela moradores de ocupação do MST em Valinhos; um idoso morreu. — Foto: Reprodução/EPTV

Momento em que caminhonete atropela moradores de ocupação do MST em Valinhos; um idoso morreu. — Foto: Reprodução/EPTV

MORTE EM MANIFESTAÇÃO DO MST EM VALINHOS

Leia também

BOLETIM 185: MONTE MOR REGISTRA NESTA QUARTA-FEIRA MAIS NOVE CASOS POSITIVOS DO NOVO CORONAVÍRUS E TOTAL CHEGA A 1490

A Prefeitura de Monte Mor, por meio do Comitê de Enfrentamento e Prevenção ao Novo Coronav…