Agentes penitenciários barraram uma encomenda de salame recheado com drogas neste sábado (6). A droga foi enviada pelos Correios a um detento do CDP (Centro de Detenção Provisória) de Hortolândia (que abriga presos ainda não sentenciados), que faz parte do Complexo Penitenciário Campinas-Hortolândia.

A SAP (Secretaria da Administração Penitenciária) informou que os agentes encontraram 6,4g de maconha e 100 micropontos de LSD dentro de uma peça de salame. A mercadoria foi enviada pela mãe de um sentenciado, via Sedex.

LEIA TAMBÉM

O material apreendido foi apresentado na delegacia do município. Como ocorre em todos os casos semelhantes, a unidade prisional adotou as medidas para descobrir se o sentenciado teve participação no caso.

Leia também

Boletim 40/21: Secretaria de Saúde de Monte Mor informa que 18 pessoas do município estão hospitalizadas por conta da Covid-19

Em seu quadragésimo boletim, a Secretaria de Saúde de Monte Mor informa que hoje, 25 de fe…