A equipe de ginástica rítmica do projeto Escolinhas Esportivas da Prefeitura de Hortolândia permanece com a rotina de treinamentos, mesmo com a pandemia de Coronavírus. As meninas se adaptaram e utilizam a tecnologia para se manterem ativas, treinando para quando as atividades esportivas presenciais puderem ser realizadas. Desde o início da pandemia, a treinadora Izabele Scheffer coordena os treinamentos por meio de um aplicativo e as ginastas realizam as atividades de suas casas. Além dos treinos, as competições online também viraram rotina para o time e, desde o ano passado a ginástica rítmica de Hortolândia conquista boas colocações nesta “nova forma” de competir pelo esporte.

“Desde o início da pandemia, as meninas, com a ajuda da treinadora, buscaram maneiras de se manterem ativas e competitivas, mostrando orgulho de representar o esporte e a cidade nestes tempos difíceis”, explica Fabiana Souza, representante da organização de mães das ginastas.

LEIA TAMBÉM

Para os próximos meses, as ginastas de Hortolândia se programam para disputar mais competições de maneira online, enfrentando virtualmente competidoras de todo o Estado de São Paulo e, também, do Brasil. “Fico feliz que nossas garotas, mesmo com tantas dificuldades, tenham conseguido manter a paixão pelo esporte com perseverança, esperança e muita união até que tudo seja reestabelecido”, comenta a treinadora Izabele.

Criação da Estação Cidadania de Esportes aumentará vagas na modalidade

Com a inauguração da Estação Cidadania de Esportes, no Jardim Amanda, a Prefeitura ampliará o atendimento gratuito à comunidade esportiva da cidade após a volta presencial das atividades esportivas. De acordo com a Secretaria de Esporte e Lazer, futuramente, no local, serão abertas duas mil vagas em 11 modalidades no projeto Escolinhas Esportivas.

“A Prefeitura, por meio da Secretaria de Esportes e Lazer, continuará apoiando todas as modalidades esportivas. As meninas da ginástica rítmica mostram empenho e dedicação. Nosso suporte continuará. A manutenção nos espaços esportivos da cidade para serem utilizados no retorno das atividades presenciais também é um incentivo aos nossos atletas”, explica o secretário de Esportes e Lazer, Jonas Pereira Lima.

Além da ginástica rítmica, poderão ser realizados, gratuitamente, treinos de atletismo, em 100 metros rasos, salto em distância e arremesso de peso, basquete, vôlei, handebol, futsal, karatê, judô, zumba, ginástica funcional e jiu-jitsu. O projeto Escolinhas Esportivas da Administração Municipal, atualmente, atende aproximadamente 9.500 pessoas.

GINÁSTICA RÍTMICA É TRADIÇÃO EM HORTOLÂNDIA

A modalidade de Ginástica Rítmica foi implantada nas Escolinhas Esportivas da Prefeitura em 2005. Antes da pandemia, aproximadamente 200 alunas, na faixa etária entre 4 e 18 anos, participavam dos treinamentos, realizados na Academia Municipal (Centro) e nos ginásios Victor Savala (Jd. Nossa Senhora de Fátima) e Gino Bernardini, reformado recentemente (ao lado do campo do Rosolen).

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

Leia também

ADM DO BRASIL divulga oportunidade(s) para Analista de Planejamento de Materiais SR – v2190737

Descrição Requisitos: Formação Acadêmica: Superior completo em administração, logísti…