Cerca de 60 jovens de Hortolândia participaram, na tarde de sábado (23/11), do “Encontro Jovem Protagonista”, promovido pela Prefeitura. O evento buscou reunir a juventude da cidade, sobretudo os diretamente envolvidos no programa municipal, para discutir os desafios enfrentados pelo segmento no município. O prefeito Angelo Perugini e o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Régis Athanázio Bueno, participaram da atividade, que também atraiu mães e outros moradores,informados do evento pela internet.

Durante o Encontro, realizado na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Marleciene Priscila P. Bonfim, no Remanso Campineiro, houve apresentação do grupo de dança “A Company” e palestra da Miss Hortolândia 2019, Nayra Gabrielle Santos Santana, que falou sobre as dificuldades enfrentadas por ser PCD (Pessoa com Deficiência) e a força da superação na conquista de seus objetivos.

Perugini ouviu diversas propostas apresentadas pelos participantes, dentre elas as de realização de um encontro entre grêmios estudantis e de promoção de palestras nas escolas, abordando temas como família e convivência inter geracional. O prefeito ressaltou o quanto é importante investir nos jovens da cidade. “Os jovens precisam começar a criar seu espaço de responsabilidade e de mudança social na cidade de Hortolândia. Parte dos jovens que estão aqui já desenvolve projetos sociais que melhoram a vida das pessoas em suas comunidades e servem de inspiração para outros. A juventude é a esperança para transformações sociais importantes com participação cidadã”, orientou Perugini.

Os participantes se organizaram em grupos e, ao final dos debates, elaboraram documentos para subsidiar políticas públicas para a juventude do município, com implantação e realização já em 2020. Os quatro grupos temáticos de trabalho giraram em torno de temas como ética; respeito ao meio ambiente; tolerância, igualdade de gênero e diversidade e juventude e participação política.

Atualmente, o  Programa Jovem Protagonista beneficia diretamente 23 jovens que recebem bolsa auxílio de R$ 540,00. A iniciativa é voltada a jovens entre 14 e 18 anos de idade, em situação de vulnerabilidade social, que já realizam ou pretendem realizar no município projetos sociais que, de algum modo, beneficiem a comunidade. Os contemplados atuam em diversas áreas, tais como esportes e cidadania, artes e linguagens (teatro, música, dança, desenho, inglês), culinária, arborização, prevenção e combate às drogas, dentre outras.

O secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Régis Athanázio Bueno, ressaltou que a importância de os bolsistas atuarem como parceiros da Administração Municipal junto à comunidade local. “Este projeto foi um pedido do prefeito para incentivar o protagonismo dos nossos joverns”, afirmou Bueno.

Sobre o Jovem Protagonista

De acordo com a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, o Programa Jovem Protagonista é respaldado em legislação própria: a Lei nº 3.592/2018 e o Decreto nº4.160/2019. O Programa, de caráter inclusivo, visa buscar alternativas para o combate à vulnerabilidade social, por meio de ações comunitárias protagonizadas por jovens hortolandenses. Os projetos sociais inscritos foram analisados pela Comissão de Avaliação, Seleção e Monitoramento. Entre os critérios de escolha, segundo a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, estão relevância social, número de beneficiados com a iniciativa, qualidade e legibilidade do texto da proposta e viabilidade do projeto. 

Segundo o diretor do Departamento de Geração de Renda e Economia Solidária, Gérson Ferreira, o jovem poderá permanecer no programa por até dois anos e deverá comprovar participação efetiva no projeto. 

PIC

O Programa Jovem Protagonista, assim como os cursos de qualificação profissional integram o PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento) implantado pela Prefeitura com o objetivo de promover o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. Por meio do programa, a Prefeitura quer melhorar a prestação dos serviços públicos municipais em todas as áreas, em especial na saúde, educação, segurança, mobilidade urbana e geração de emprego. Mais de 100 obras e serviços serão realizados por meio do PIC.

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

Leia também

Coronavírus: Hortolândia confirma mais duas mortes e chega a 35

A prefeitura de Hortolândia (SP) confirmou na noite desta quinta-feira (2) mais duas morte…