Connect with us

Brasil

Datafolha aponta maior vantagem de Lula sobre Bolsonaro no 2º turno em 2022

Artigo

em

Nesta sexta-feira (9), o jornal “Folha de S.Paulo” divulgou uma pesquisa da Datafolha que mostra uma ampliação de intenção de votos a favor de Lula contra Bolsonaro nas eleições presidenciais de 2022. De acordo com a pesquisa, a vantagem de Lula subiu de 21% para 26%, enquanto a de Bolsonaro passou de 17% a 19%. Já no segundo turno, o ex-presidente tem 58% de intenção de votos, contra 31% do atual. A pesquisa anterior apontou 55% contra 32%.

Esse levantamento ouviu 2.074 pessoas acima de 16 anos, entre os dias 7 e 8 de julho, em 146 cidades brasileiras. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos, dentro do nível de confiança de 95%. Além disso, a pesquisa foi realizada com dois cenários: um com o governador de São Paulo, João Doria, como possível candidato pelo PSDB; e outro com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, como um dos concorrentes.

LEIA TAMBÉM

Confira os resultados:

Intenção de voto no 1º turno

Cenário A

  • Lula (PT): 46%
  • Jair Bolsonaro (sem partido): 25%
  • Ciro Gomes (PDT): 8%
  • João Doria (PSDB): 5%
  • Luiz Henrique Mandetta (DEM): 4%
  • Em branco/nulo/nenhum: 10%
  • Não sabe: 2%

Cenário B

  • Lula (PT): 46%
  • Jair Bolsonaro (sem partido): 25%
  • Ciro Gomes (PDT): 9%
  • Luiz Henrique Mandetta (DEM): 5%
  • Eduardo Leite (PSDB): 3%
  • Em branco/nulo/nenhum: 10%
  • Não sabe: 2%

Intenção de voto no 2º turno – disputa entre Lula e Bolsonaro

  • Lula (PT): 58%
  • Bolsonaro (sem partido): 31%
  • Em branco/nulo/nenhum: 10%
  • Não sabe: 1%

A pesquisa também apontou os índices de rejeição dos candidatos:

  • Bolsonaro: 59%
  • Lula: 37%
  • Doria: 37%
  • Ciro: 31%
  • Mandetta: 23%
  • Eduardo Leite: 21%
  • Rejeita todos/não votaria em nenhum: 2%
  • Votaria em qualquer um/não rejeita nenhum: 2%
  • Não sabe: 1%

O instituto pergunta: “Em quais desses possíveis candidatos (o cartão é mostrado) você não votaria de jeito nenhum no primeiro turno da eleição para presidente da República em 2022? E qual mais?”. Assim, neste tópico da pesquisa, o entrevistado pode responder com o nome de mais de um candidato. Dessa forma, a soma entre todos os índices não calcula 100%.

Entre os que votaram em Bolsonaro nas eleições de 2018, 26% dizem rejeitar seu nome para a disputa de 2022, e 68% não votariam de jeito nenhum em Lula.

Brasil

Ministério da Saúde anuncia segunda dose da vacina da Janssen contra COVID

Artigo

em

Por

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta terça-feira, 16, que as pessoas que tomaram a vacina da Janssen, da farmacêutica Johnson & Johnson, precisarão tomar uma segunda dose do imunizante. A aplicação deverá ser feita dois meses após a primeira dose. O reforço para essas pessoas será feito cinco meses após o esquema vacinal completo.

 

LEIA TAMBÉM

Queiroga disse que a quantidade de vacinas da Jansen aplicadas no país foi pequena e que há imunizantes suficientes para a segunda dose.

“No início, a recomendação era que essa vacina fosse de dose única. Hoje, nós sabemos que é necessária essa proteção adicional. Esses que tomaram a vacina da Janssen vão tomar a segunda dose do mesmo imunizante”, afirmou o ministro. “Lá na frente, a sequência é: completou 5 meses da segunda dose, receberá uma dose de reforço, preferencialmente, com a vacina diferente, uma vacinação heteróloga.”

 

De acordo com a secretária de Enfrentamento à COVID, Rosana Leite de Melo, o Ministério da Saúde vai seguir a recomendação do Food and Drug Administration (FDA), agência reguladora dos EUA, e aplicar a segunda dose da Janssen dois meses após a primeira aplicação. A secretária disse que as vacinas chegaram nesta segunda-feira, 15, e devem ser distribuídas a partir de sexta-feira, 19, “com todas as orientações”.

 

“Quem tomou a Janssen completará o esquema vacinal. Embora esteja na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) uma dose única, compete a nós (Ministério da Saúde) as definições”, disse. “A Janssen chegou aqui para nós em junho, julho. Estamos no tempo esperado.”

 

A reportagem pediu um posicionamento da Anvisa sobre o tema, mas ainda não houve resposta.

Continue lendo

Brasil

Caminhoneiros prometem nova greve se governo não baixar preço do diesel

Artigo

em

Por

Neste final de semana, um grupo de caminhoneiros prometeram realizar uma nova paralização a partir do dia 1º de novembro, caso o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não atenda reivindicações dos profissionais.

Durante uma reunião no Rio de Janeiro, associações de motoristas decidiram declarar greve de 15 dias caso seus pedidos não sejam acatados.

LEIA TAMBÉM

Entre as reivindicações dos profissionais estão a diminuição de preço de diesel, a “defesa da constitucionalidade do Piso Mínimo de Frete” e o retorno da aposentadoria especial após 25 anos de contribuição ao INSS.

“Ficou decidido que vamos dar 15 dias para o governo responder. Se não houver resposta de forma concreta em cima dos direitos do caminhoneiro autônomo, dia 1º de novembro, Brasil todo parado aí”, declarou Luciano Santos Carvalho, do Sindicam (Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens da Baixada Santista e Vale do Ribeira).

De acordo com matéria do UOL, a nova greve não deve ter apoio da Abcam (Associação Brasileira dos Caminhoneiros): “A pauta deles é muito extensa, e o principal para ser resolvido agora, que é a redução do preço do diesel, acaba se perdendo”, afirmou o presidente da Abcam, José da Fonseca Lopes.

Dificuldades da categoria

As informações sobre a reunião foi confirmada ao portal por Wallace Landim, o Chorão, um dos principais líderes dos caminhoneiros autônomos do país e presidente da Abrava (Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores).

“A nossa categoria está na beira do abismo. Hoje ficou decidido que estamos em estado de greve pelos próximos dias. E se as nossas reivindicações, principalmente com relação ao preço do diesel, não forem aceitas, a gente começa uma greve no dia 1º”, afirmou Chorão.

Os caminhoneiros ressaltam que buscam propostas mais sólidas do presidente Jair Bolsonaro, que gerem efeitos práticos para os motoristas. De acordo com Chorão, ao UOL, a proposta do governo de lançar um programa de renovação de frota de caminhões é uma tentativa de driblar as reclamações dos profissionais.

Continue lendo

Brasil

Caminhoneiros bloqueiam rodovias federais; alguns postos já começaram a ficar sem combustíveis

Artigo

em

Por

Pelo menos oito estados notificaram o bloqueio de rodovias federais nesta quarta-feira (8), elevando o nível de alerta das operadoras e do mercado, e alguns postos começaram a ficar sem combustível.

O movimento é organizado por caminhoneiros que dirigem sozinhos. Há um dia, manifestantes pró-governo de todo o país exigiam o fechamento das pautas do Supremo Tribunal Federal (STF) e da Assembleia Nacional.

LEIA TAMBÉM

As rodovias federais de Goiás, Paraná, Espírito Santo, Santa Catarina, Mato Grosso, Bahia, Tocantins, Maranhão e Rio de Janeiro, todas possuem registros bloqueados.

Em Santa Catarina, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) calculou nesta tarde que existem pelo menos 16 gargalos em quatro rodovias federais. No Espírito Santo, pelo menos 10 pontos são mobilizados.

Continue lendo
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Destaque

DestaqueAtualizado há 2 dias

Atacadista investe R$ 25 milhões e cria 130 empregos em Hortolândia

A Prefeitura de Hortolândia anunciou nesta sexta-feira (3) que a partir da próxima segunda-feira (6), a rede Spani Atacadista começará...

DestaqueAtualizado há 3 dias

Garota Descolada seleciona funcionários para trabalho em Hortolândia

  O segredo de um grande sucesso esta no trabalho de uma grande equipe. LEIA TAMBÉM Hortolândia promove concurso de...

CidadeAtualizado há 4 dias

Deputados aprovam criação de cartórios em Hortolândia

Representantes da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) aprovaram três projetos de lei que instituem o cartório de Hortolândia na...

DestaqueAtualizado há 4 dias

Estado de SP mantém obrigatoriedade do uso da máscara

O governador do Estado de São Paulo, João Doria, decidiu nesta quinta-feira (2) manter a exigência do estado de uso...

DestaqueAtualizado há 4 dias

Prefeitura de Indaiatuba abre Concurso Público para preencher 162 vagas em 75 cargos

A Prefeitura de Indaiatuba publica na Imprensa Oficial do Município desta quarta-feira (01) o edital 01/2021 com a abertura do...

DestaqueAtualizado há 5 dias

Atenção: Segunda dose da vacina Janssen em Hortolândia

A Secretaria de Saúde de Hortolândia foi informada oficialmente na última segunda-feira (29), pelo Governo do Estado de São Paulo,...

DestaqueAtualizado há 6 dias

Leci Brandão, OhPreto e Samprazer realizam show em Sumaré

Para celebrar o Dia Nacional do Samba, no próximo domingo (05), grandes nomes do samba estarão em Sumaré, cidade do...

DestaqueAtualizado há 6 dias

SÓ HOJE: Subway do Jardim Amanda vai dar segundo lanche de graça

A Subway do Jardim Amanda, realiza somente nesta terça-feira, 30 de novembro, na compra de um Sub de Frango Defumado...

CidadeAtualizado há 6 dias

EMTU acrescenta sete viagens em linha de ônibus que liga Hortolândia

A EMTU (Empresa Paulista de Transportes Metropolitanos) confirmou que a partir desta terça-feira (30), o número de ônibus e viagens...

DestaqueAtualizado há 6 dias

Embalixo seleciona funcionários para trabalho de Auxiliar de Produção em Hortolândia

A EMBALIXO é líder nacional na categoria de sacos para lixo. Sempre buscando alternativas que visem a melhoria, seja do...

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

TAGS

+ VISTOS