O dólar fechou na nova máxima nominal, a R$ 4,3510, e o real já é uma das divisas com pior desempenho no mercado internacional, atrás somente da lira turca, enquanto o Ibovespa tenta segurar os 117 mil pontos.

De acordo com levantamento realizado pelo jornal O Estado de S. Paulo, acompanhando nove casas de câmbio, o dólar turismo chega a ser negociado a R$ 4,55. O valor mais baixo encontrado nesta quarta é de R$ 4,47.

O avanço na cotação da moeda americana acompanha a decepção de investidores com o resultado fraco do comércio varejista. O resultado do comércio divulgado pelo IBGE ficou abaixo das medianas esperadas pelo mercado no fim do ano quanto no consolidado para 2019.

Na Bolsa o principal indutor de ganhos é a contínua melhora do humor dos investidores com a desaceleração do alastramento do coronavírus. A diminuição de novos casos na China pelo segundo dia consecutivo garantiu a renovação de recordes históricos em um dia em Nova York e na Europa.

O entendimento de analistas é de que, com a diminuição de casos do vírus, os impactos no crescimento econômico mundial poderão não ser tão agudos. Em relação às vendas do varejo, economistas já acreditam que o resultado pode abrir espaço para novo recuo do juro, uma ideia que ficou dividida na ata do Comitê de Política Monetária (Copom), anunciada nesta semana.

Ainda que se mantenha em alta na sessão, o Ibovespa segue margeando os 116 mil pontos – variou entre mínima de 115.371,20 pontos e máxima de 116.148,26 pontos. Às 14h046, tinha alta de 0,56%, chegando aos 116.016,69 pontos.

A sensação de contenção da epidemia puxa para cima as commodities, sobretudo o petróleo, que avança acima de 3%, em dia no qual a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) diminuiu a estimativa de aumento da demanda global, de 1,22 milhão de barris por dia (bpd) para 990 mil bpd, em razão do coronavírus.

A Comissão Nacional de Saúde da China informou que foram reportados 2.015 novos casos de coronavírus no país, no segundo dia consecutivo de recuo do número.

Entre as maiores variações do Ibovespa, estavam as ações da TIM, que informou aumento de 19,6% em seu lucro no quarto trimestre do ano passado. Às 12h24, as ações subiam 4,22%. Entre os papéis de empresas ligadas a commodities, CSN ON avançava 3,38%; Gerdau PN, 2,14%; Vale ON, 2,07%. Já JBS ON liderava a lista de maiores quedas, com declínio de 2,54%.

As ações Petrobrás PN e ON tinham valorização na faixa de 1,70%, tentando acompanhar o petróleo. Além disso, os papéis reagem à decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, sobre a greve dos petroleiros. O ministro acatou pedido da estatal e manteve a eficácia de decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST), em novembro do ano passado, que estipulava multa diária de R$ 2 milhões por sindicatos, em caso de não cumprimento de acordo para manter 90% do efetivo em operação nas unidades da empresa na eventualidade de greve.

Fonte: Metropoles

Leia também

Jovem jogador de futebol morre com suspeita de Covid-19

Um jovem jogador de futebol, Gustavo Odilon Trajano da Silva, morreu com suspeita de Covid…