A assessoria do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), anunciou que ele desistiu de viajar aos Estados Unidos, nesta quarta-feira (12/02/2020), para permanecer no Congresso Nacional e votar os vetos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) à Lei de Diretrizes Orçamentárias(LDO) de 2020.

Na última terça-feira (11/02/2020), Davi e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anunciaram acordo para derrubar dispositivo do veto presidencial. A principal insatisfação no Congresso era quanto ao orçamento impositivo, que reserva parte do orçamento para despesas indicadas pelos parlamentares.

Segundo ele, o acordo manterá alguns vetos. “Isso vai assegurar a impositividade do Orçamento, o poder de deliberar sobre ele, restabelecendo o que é de direito do Parlamento.”

Até o fim da semana, ele também pretende concluir a escolha dos membros da comissão mista que vai avaliar a reforma tributária, informam. Caberá a ele a indicação dos 20 senadores que, somados a 20 deputados federais, irão integrar o grupo de trabalho.

O democrata cumpriria agenda nos EUA na quinta-feira (13/02/2020) e sexta-feira (14/02/2020). Na pauta, estavam encontros com parlamentares estadunidenses.

Fonte: Metropoles

Leia também

Manpower Staffing divulga oportunidade(s) para Operador de Produção – v2080419

Descrição Empresa Multinacional do ramo eletrônico mais de 30 anos inovando e desenvolvime…