Serviço foi realizado nesta terça-feira (16/04), no Jardim Nova Alvorada. Próxima etapa acontece na região do Nova Hortolândia

A Prefeitura de Hortolândia realizou, na manhã desta terça-feira (16/04), por meio das Secretarias de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Obras e Serviços Urbanos, um mutirão de fiscalização contra ligações irregulares de esgoto no Jardim Nova Alvorada. O objetivo do trabalho é identificar as residências com ligações de esgotos na rede de águas pluviais. Além de fiscalizar, um trabalho educativo e de conscientização também aconteceu com a entrega de panfletos em aproximadamente 400 residências, explicando a importância dos moradores regularizarem as ligações de esgoto no bairro. 

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, a fiscalização é realizada em aproximadamente 40 bocas de lobo, onde a ligação das tubulações da rede de águas pluviais são acopladas. Os dispositivos estão distribuídos em oito quadras do bairro.  Resíduos sanitários e a água utilizada nas pias, tanque e máquinas de lavar também devem ser direcionadas para a rede de esgoto e não para a rede de águas pluviais.

Direcionar as ligações da rede de esgoto para a rede de águas pluviais é prejudicial ao meio ambiente. No Jardim Nova Alvorada, as ligações irregulares levam o esgoto direto ao espelho d’água do Parque Socioambiental Lago da Fé, causando o proliferamento de plantas aguapés, mau cheiro e risco de doenças e contaminação às pessoas. 

“Caso a ligação irregular da rede de esgoto na rede de águas pluviais seja identificada realizaremos a identificação e notificaremos o morador da residência para que ele possa regularizar a situação”, explica o agente de fiscalização da Secretaria Serviços Urbanos, Claudimir de Oliveira.

“É importante este tipo de trabalho para preservar o meio ambiente e a natureza”, observou Marivaldo Araújo, morador do bairro.

Ainda de acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, a próxima etapa do trabalho será realizada entre os dias 23 e 29 deste mês em bairros da região do Jardim Nova Hortolândia.

Denúncias podem ser realizadas por meio da linha direta da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico de São Paulo), pelo telefone 08000550195 ou pelo Whatsapp da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável no número (19) 999761840.

LUTA PELO ESGOTO

A luta histórica da população por esgoto começou na década de 1980 e viu os primeiros resultados a partir de 2005, na primeira gestão do prefeito Angelo Perugini que, em parceria com a Sabesp, fez Hortolândia sair do marco zero de coleta e tratamento de esgoto para 95% de cobertura do serviço. Esse resultado contou principalmente, com a participação popular.

Histórico – Esgoto em Hortolândia

•Década de 80: organização de movimentos populares em prol do esgoto

•1997: a Sabesp assume os serviços de água e esgoto na cidade. No contrato de concessão é previsto o prazo de dois anos para oferecer coleta e tratamento de esgoto.

•2003: a Sabesp inicia as obras da ETE, paralisadas depois por questões jurídicas envolvendo a concessionária e a empreiteira contratada para realizar a obra.

•2005: o prefeito Angelo Perugini assume a Prefeitura e inicia o trabalho de parceria com a Sabesp, para agilizar as obras de esgoto.

•2006: a população vai às ruas reivindicar à Sabesp esgoto coletado e tratado. No mesmo ano, a Sabesp retoma as obras de rede coletora de esgoto e libera as primeiras ligações de residências a rede coletora de esgoto.

•2007: a Prefeitura cria a Comissão de Acompanhamento de Obras de Esgoto, composta por representantes da sociedade civil. No mesmo ano, a Sabesp retoma as obras da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto).

•2009: a ETE é inaugurada e, quatro meses depois, já tratava 30% do esgoto do município.

•2012: no segundo governo do prefeito Perugini, 72% da cidade tinha cobertura com rede coletora.

•2018: Hortolândia apresenta 95% de atendimento total de esgoto e recebe prêmio da ABES (Associação Brasileira de Engenharia Sanitária).  

•2019: a cobertura da rede coletora atinge 96,3%.

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

Leia também

Cravi abre inscrições para oficina sobre dependência química

Encontro ocorrerá na próxima sexta-feira (26), em SP; ação é direcionada a profissionais e…