Quer receber as principais Notícias de Hortolândia e região pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.

Ação de arborização começou nesta quinta-feira (06/09), com a participação de 90 estudantes da rede municipal

Céu azul, brisa gostosa, temperatura amena. Cenário perfeito para interação com a natureza. O Parque Socioambiental Lago da Fé se preparou para receber os novos visitantes. Na manhã desta quinta-feira (06/09), cerca de 90 estudantes de 4o e 5o ano, de três escolas municipais do entorno, participaram do plantio de 332 mudas de árvores, algumas nativas, outras exóticas. A ação, que marca o início da arborização do espaço pela Prefeitura, aconteceu no lado correspondente à Rua Maria Julinda Pina Pereira, no Jd. Novo Cambuí. Futuramente, o mais novo parque de Hortolândia, que será a maior área de lazer da cidade, ganhará ao todo 13 mil árvores, dentre elas Pitangas; Ipês roxos, amarelos e rosas; Paineiras rosas, Canelinhas; Aroeiras; Jequitibás; Perobas; Angicos; Tamboris e até mesmo o simbólico Pau-Brasil, árvore que dá nome ao País. A inauguração do espaço está marcada para esta sexta-feira (07/09), dia em que se comemora a Independência do Brasil, com programação que inclui desfile cívico, atividades esportivas e culturais, além de prestação de serviços, a partir das 8h. 

A ação de hoje faz parte do programa técnico social da construção do reservatório e tem como objetivo apresentar a obra à comunidade, assim como conscientizá-la sobre a necessidade da preservação ambiental. Antes do plantio, as crianças, que têm entre 9 e 10 anos, participaram de sensibilização sobre o tema com o coordenador do Setor de Educação Ambiental, Ricardo Zanoni. “Precisamos olhar para este lindo parque como se fosse o quintal de nossas casas. Para que possamos preservá-lo e ele se mantenha sempre bonito. Precisamos aderir à cultura do lixo zero”, afirmou o ambientalista. Em seguida, junto com autoridades, servidores, vereadores e moradores presentes, os estudantes fizeram uma caminhada ecológica para conhecer o local e iniciar a primeira etapa do plantio.

“É bem legal. Quero plantar muitas árvores ao longo da minha vida”, afirmou empolgado Matheus Borges de Sousa, de 10 anos, estudante da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Profa. Helena Futava Takahashi, que mora vizinho ao parque. O colega Jiancarlo de Oliveira, da mesma idade, já experiente em ações de plantio, comentava: “A árvore tira a poluição e, sem ela, nosso mundo não seria nada. Não conseguiríamos respirar”, explicava o garoto. “Gosto bastante de plantar. Gosto das árvores. Elas dão sombra, frutas. É importante”, complementa o estudante Murilo Alves Cruz, da mesma escola. O amigo de sala, Luiz Henrique de Oliveira, aproveita toda oportunidade que surge, seja na escola, na igreja ou na família, para participar de plantios. “Para mim, é importante a diversidade, os frutos. Dá para fazer muitas coisas num lugar com árvores: piquenique, lazer”, afirma o menino. 

Participaram da ação, além das equipes do Viveiro Municipal “Antonio da Costa Santos”, estudantes de duas outras unidades: Emeb (Escola Municipal de Educação Básica) Interlagos e Emef Villagio Ghiraldelli.

Espaço de convivência

“O governo do prefeito Angelo Perugini tem por objetivo não apenas garantir educação e saúde, mas proporcionar também lazer para a população. Hoje, o Parque Socioambiental Lago da Fé está sendo construído junto com a população. O plantio de árvores é para que, no futuro, este seja um local bem arborizado e aqui as pessoas possam fazer piquenique, ter contato com a natureza; praticar esportes, por exemplo, andar de bicicleta ou de skate; que seja uma área de lazer para trazer os amigos e toda a família”, ressaltou a secretária-adjunta de Governo, Silvania Anizio da Silva.

Para a secretária-adjunta de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Eliane Nascimento, obras, projetos e ações como esta, que mobilizam a comunidade, estão em sintonia como o lema do atual governo: “Sonhe, Participe, Realiza. A cidade é nossa”, destaca.

De acordo com a diretora de Obras, Sandrelene Didone Fagnani, a Administração Municipal investiu aproximadamente R$ 16 milhões nesta etapa da obra. O objetivo é oferecer à comunidade mais um espaço de lazer e convivência, além de prevenir enchentes. Ao todo, a ação envolve diretamente cinco secretarias municipais: Obras e Serviços Urbanos; Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; Educação, Ciência e Tecnologia; Governo e Cultura, Esportes e Lazer. Outras, como Segurança e Mobilidade Urbana, deram apoio ao plantio. 

Desenvolvimento

O Parque Lago da Fé é a maior área de lazer da cidade, com 180 mil m2, incluindo duas lagoas de contenção de enchentes. A área de lazer conta com pista de caminhada, além de travessia para pedestres. As duas lagoas de contenção são unidas por um extravasor de água, espécie de escadaria que serve para amortecer a velocidade da enxurrada nos dias de chuva forte. Este sistema evitará enchentes na região central da cidade.

Numa segunda fase, o parque receberá iluminação em LED e investimentos em equipamentos públicos de lazer, como parquinho para crianças e academia ao ar livre, além de uma ponte para travessia de veículos.

Com a participação de todos, a Prefeitura trabalha para retomar o desenvolvimento de Hortolândia e garantir mais qualidade de vida à população. Para isso, a Administração conta com recursos de cerca de R$ 300 milhões para investir em obras de infraestrutura e mobilidade urbana, que vão ampliar a qualidade de vida da população, gerar mais emprego e renda. Os recursos são fruto de parcerias com os setores público e privado.

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

Leia também

Dell está com nova oportunidade de emprego em Hortolândia

Analista Sr, Big Data (Supply Chain) Salário competitivo Dell fornece a tecnologia que tra…