Tema da redação neste ano é “Minha vocação e o propósito de minha vida”

Duas alunas da rede municipal de ensino de Hortolândia foram classificadas para a etapa semifinal do concurso EPTV na Escola, promovido pela afiliada da Rede Globo em Campinas: Danielle dos Santos Chagas, da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Agenor Miranda da Silva, na região da Taquara Branca, e Cláudia Maria Gomes da Silva, que concluiu a EJA (Educação de Jovens e Adultos), no último semestre, na Emef Profª Marleciene Priscila Presta Bonfim. Nesta segunda-feira (03/09), as estudantes participaram de uma visita à emissora, onde conheceram os bastidores do telejornalismo regional.

Com o tema “Minha vocação e o propósito de minha vida”, alunos do 9º ano do Ensino Fundamental – Ciclo II de escolas públicas municipais e estaduais, colégios particulares e do Sesi (Serviço Social da Indústria) fizeram redações que foram avaliadas por uma comissão do Centro de Formação dos Profissionais em Educação Paulo Freire, órgão da Prefeitura de Hortolândia, e pela Diretoria Regional de Ensino de Sumaré. Ao todo, 30 estudantes da cidade foram selecionados para a próxima fase, que inicia em setembro.

A aluna Danielle, estudante da Emef Agenor, tem 13 anos e participa, pela primeira vez, de um concurso de redação. “Eu gosto muito de ler e escrever e acredito que isso colaborou para que eu me saísse bem no concurso”, explica. Sobre o tema da redação neste ano, Danielle diz que achou difícil, mas que o suporte que teve em sala de aula foi fundamental para o desenvolvimento do texto. “Eu escrevi sobre o processo de autoconhecimento que é necessário para que uma pessoa descubra qual sua vocação. Eu ainda não sei qual a minha, mas procuro meditar sobre as minhas atitudes do dia a dia em busca de me conhecer melhor. Assim, vou saber usar uma vocação de forma positiva”, descreve.

A oferta de educação pública para alunos do Ensino Fundamental – Ciclo II é atribuição do Governo Estadual. Por esta razão, em Hortolândia apenas a Emef Agenor Miranda da Silva tem salas de aula do 6º ao 9º ano. A EJA, por sua vez, oferece educação para pessoas maiores de 16 anos, até o 9ª ano do Ensino Fundamental. De acordo com o coordenador do Ensino Fundamental e EJA da Prefeitura de Hortolândia, a redação das duas alunas da rede municipal e dos demais semifinalistas, inclusive dos outros municípios da área de cobertura da EPTV, serão avaliadas por uma comissão da própria emissora.

Dez textos vão para final do concurso, que deve acontecer em 22 de novembro. Os vencedores participarão da produção de uma série de reportagens que serão exibidas na televisão. Além disso, há prêmios para os dez finalistas e seus professores, e para o diretor e para a escola do vencedor do concurso.

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

Leia também

BOSCH abre vaga(s) para Engenheiro Elétrico PL (Segurança do Trabalho) para Campinas e região

ATIVIDADES • Suporte Técnico na gestão de eficiência energética, auditorias corporativas d…