Com apoio da Escola de Inovadores, jovens fizeram mais de 40 eventos, incluindo circuito solidário que arrecadou quilos de alimentos

Uma agência para promover eventos voltados para quem curte rock’n roll e também a vida sobre duas rodas, com o diferencial de incentivar ações beneficentes. A ideia, inspirada no espírito de irmandade dos motoclubes, foi desenvolvida pelo casal Bianca e Paulo Koscak, aluna e ex-aluno do curso superior tecnológico de Gestão Empresarial da Faculdade de Tecnologia do Estado (Fatec) São Carlos.

Chamado de Maçã Livre, o projeto já realizou mais de 40 eventos na região, como o São Carlos Moto Fest, Elas que Cantam e Circuito Seu Carlos Rock – o último reúne bandas voluntárias com o objetivo de arrecadar mantimentos para instituições de caridade. Além de outros produtos, foram doados mais de 4 mil quilos de alimentos com o projeto.

Paulo Koscak explica que a ideia surgiu quando participou da Escola de Inovadores, curso de extensão gratuito da Assessoria de Inovação do Centro Paula Souza – Inova CPS, oferecido em Fatecs e Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) para ensinar pessoas com vocação empreendedora a transformar ideias criativas em startups.

“Entrei na Escola de Inovadores com um projeto para criar uma plataforma de e-commerce para colecionadores, mas não tinha condições de arcar com as despesas. Paralelamente, um amigo pediu ajuda para organizar uma reunião de grupos de motoqueiros. Com os conhecimentos do curso e a mentoria de professores e especialistas, preparei um plano de negócios para o evento, que se transformou no primeiro São Carlos Moto Fest, mobilizando mais de mil participantes”, conta.

Para o professor da Fatec São Carlos e coordenador da Escola de Inovadores na região, Alfredo Colenci Neto, os projetos de empreendedorismo social têm se mostrado cada vez mais promissores.

“O próprio ecossistema de startups valoriza muito a troca de ideias, o networking e o coworking. Isso favorece a inovação e também gera uma cultura de apoio mútuo, deixando os novos empreendedores mais dispostos a abraçar uma causa”, diz.

Evento solidário

Nas duas edições do São Carlos Moto Fest, o encontro contou com diversas atrações. “A região tem um cenário bastante ativo de bandas independentes dispostas a abrir mão do cachê por uma causa social. Então, lançamos também um projeto beneficente, o Circuito Seu Carlos Rock”, explica Koscak.

A entrada do evento custa um quilo de alimento. As despesas são financiadas por pequenos apoiadores e anunciantes, como barbearias, estúdios de tatuagem, lojas de instrumentos musicais, entre outros. “Os profissionais têm a oportunidade de divulgar produtos e serviços diretamente para seu público-alvo. É uma garantia de retorno. Por isso, já estamos na 18ª edição do circuito.”

Fonte: Estado de SP

Leia também

Confidencial divulga oportunidade(s) para Eletromecânico

Atividades: Examinar máquinas,equipamentos,aparelhos, valendo-se dos planos de montagem,es…