Uma mulher de 51 anos foi morta com pedradas e golpes de enxada pelo ex-genro, na cidade de Hortolândia, no interior de São Paulo. O homem apontado como autor do crime, de 26 anos, foi preso três dias depois.

LEIA TAMBÉM

De acordo com as apurações iniciais, a filha da vítima havia namorado com o suspeito por cinco meses e decidiu terminar porque era vítima de agressões frequentes justificadas pelo homem como crises de ciúmes.

Leia também: Mulher encontrada morta pelo filho de 5 anos em SP estava grávida

No dia do crime, o homem foi até a casa da família da ex-namorada, na tentativa de reconciliar. A ex-sogra do homem começou, então, a discutir com ele e tentou expulsá-lo da casa.

O suspeito pegou pedras que estavam no local e garrafas que eram juntadas no quintal da família para trabalho de reciclagem, e começou a atacar a mulher. A vítima usou o cabo de uma enxada para tentar se defender. No entanto, o homem, que é mais forte que a ex-sogra, tomou a ferramenta e também utilizou para cometer o crime.

Os familiares chamaram o resgate, mas a mulher morreu antes mesmo de ser socorrida.

Leia também

Coronavírus: Hortolândia registra mais quatro mortes e total vai a 142; casos aumentam para 4.084

LEIA TAMBÉM Coronavírus: Hortolândia registra mais quatro mortes e total vai a 142; casos …