Os moradores de sete barracos destruídos por um incêndio na noite de segunda-feira (14) em Hortolândia (SP) foram levados para um abrigo improvisado na escola municipal do bairro Jardim Boa Esperança. O local era uma área de preservação ambiental que foi ocupada em janeiro. No total, 25 pessoas viviam nas casas.

A Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social de Hortolândia afirmou que ofereceu alimentação, roupas e colchões para os moradores. Eles também foram cadastrados no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) para fazer o pedido de novas vias dos documentos perdidos.

De acordo com a administração, técnicos da Secretaria de Habitação vão conversar com as famílias para avaliar, “caso a caso”, a concessão de auxílio-aluguel e cadastro em programas habitacionais.

Incêndio atingiu barracos em Hortolândia na noite de segunda-feira — Foto: Reprodução/EPTV

O incêndio

De acordo com o Corpo de Bombeiros, uma área de 150 metros foi atingida pelo fogo e não houve feridos. O trabalho de rescaldo só foi concluído na madrugada de terça-feira (15). Os bombeiros de Hortolândia, Americana (SP) e Campinas (SP) atuaram no combate às chamas.

Os barracos são feitos de madeira, material de fácil propagação do fogo. No entanto, ainda não há informação sobre o que iniciou o incêndio.

Leia também

Triatletas transplantadas e EMS unidas pela doação de órgãos

Débora Reichert, Patricia Fonseca e Priscilla Pignolatti têm em comum muito mais do que se…