LEIA TAMBÉM

Embalagem com microcelular foi apreendida na Penitenciária 2 de Hortolândia com a mãe de um detento — Foto: Divulgação/SAP

A mãe de um condenado foi detida após tentar entrar na Penitenciária “Odete Leite de Campos Critter” Hortolândia 2 com um microcelular introduzido em seu corpo. O caso foi neste sábado (6). De acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), outra mulher também foi levada para a delegacia da cidade após transportar recortes de papel análogos à droga K4.

As apreensões aconteceram na sala de revista durante procedimento protocolar com uso de scanner corporal. O celular que a mãe de um preso levava estava embalado e possuía chip. Já a outra mulher deixou cair da sua roupa 12 pedaços de papel.

“A Polícia Militar foi acionada e as visitantes, conduzidas até o Distrito Policial deste município, ficando à disposição da autoridade policial para as devidas providências.”, disse a SAP.

Os sentenciados relacionados às suspeitas foram isolados preventivamente para apuração do envolvimento deles. Foi instaurado Procedimento Disciplinar na unidade prisional.

Microcelular e pedaços de papel análogos à droga K4 foram apreendidos com visitantes na Penitenciária 2 de Hortolândia — Foto: Divulgação/SAP

Leia também

Cronograma para a vacinação de idosos acima de 77 anos

A Secretaria de Saúde de Monte Mor, seguindo o Plano Estadual de Imunização (PEI), informa…