LEIA TAMBÉM

Frente fria avança pelo estado neste domingo (24) provocando chuva — Foto: Fernanda Burigo/G1

Louveira (SP) e Sumaré (SP) entraram em estado de atenção para chuvas, de acordo com boletim divulgado na tarde desta quarta-feira (23) pela Defesa Civil. Além disso, Americana (SP), Hortolândia (SP) e Paulínia (SP) permanecem pelo segundo dia nesta classificação, enquanto que Socorro (SP) segue em alerta desde 9 de dezembro. Veja abaixo detalhes.

Estado de alerta

  • Socorro – 33 mm

Estado de atenção

  • Americana – 80,3 mm
  • Hortolândia – 100 mm
  • Louveira – 103 mm
  • Paulínia – 91 mm
  • Sumaré – 81 mm

Outras 20 cidades da área de cobertura do G1 Campinas estão em estado de observação pelo órgão de defesa: Águas de Lindóia (SP), Amparo (SP), Artur Nogueira (SP), Campinas (SP), Espírito Santo do Pinhal (SP), Holambra (SP), Indaiatuba (SP), Itapira (SP), Jaguariúna (SP), Lindóia (SP), Mogi Guaçu (SP), Monte Mor (SP), Morungaba (SP), Pedra Bela (SP), Pedreira (SP), Pinhalzinho (SP), Santo Antônio de Posse (SP), Serra Negra (SP), Valinhos (SP) e Vinhedo (SP).

Classificações

O estado de atenção ocorre quando o volume de chuva acumulado, no período de três dias, atinge pelo menos 80 milímetros. Com isso, há risco de saturação do solo, o que pode gerar deslizamentos de terra, além de eventual inundação.

Já o estado de alerta é uma classificação atribuída ao município que já registrou alguma ocorrência e solicita apoio do governo do estado para vistorias e análises, por meio do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e Instituto Geológico (IG). Em 14 de dezembro, Socorro contabilizou quatro famílias que foram retiradas de casa de “forma preventiva”.

O estado de alerta em Socorro teve início em 9 de dezembro. Ele chega ao fim quando as ações de reparo forem concluídas e após uma nova vistoria preventiva do estado.

Leia também

Confidencial divulga oportunidade(s) para Analista de Logística – v2142613

Descrição Descrição: Apoiar gerência logística nas demandas analíticas, seja de processo, …