A primeira viga de sustentação do viaduto que vai servir de novo acesso a Hortolândia pela SP-101 foi instalada em ações programadas que interditaram o trânsito nos dois sentidos da via, nas madrugadas de terça (23) e quarta-feira (24). O serviço  executado pelo governo interliga a estrada ao Corredor Metropolitano Biléo Soares.

A intervenção aconteceu no km 5 da Campinas-Monte Mor (Rodovia Jornalista Miguel Aguirre Proença). Com a inauguração do novo trevo, o motorista vai transitar pelos bairros Parque  Peron, Novo Ângulo e Nova América até chegar à Ponte Esperança (Estaiada), construída para integrar as regiões da cidade.

LEIA TAMBÉM

No trecho, também já foi concluída a pavimentação da Rua Jair da Silva Guimarães (Chácaras Boa Vista), em frente ao presídio, por onde vai passar o corredor expresso.

O prefeito de Hortolândia, Angelo Perugini, postou um vídeo nas redes sociais, no começo da madrugada, comemorando a instalação da viga de sustentação. Para ele, o novo acesso representa um novo ciclo de desenvolvimento da cidade no pós-pandemia. “O momento difícil vai passar. Estamos preparando a cidade para este novo tempo”, disse.

A partir das obras do Corredor Metropolitano, a prefeitura executa uma série de obras estruturais na cidade. Perugini lançou um plano de estímulo ao desenvolvimento urbano, ambiental e social da cidade, com recursos do Estado, da União, de parcerias privadas e financiamentos externos.

EMTU

A EMTU, empresa do governo paulista responsável pelo transporte metropolitano, investe cerca de R$ 58 milhões em intervenções viárias em todo o trecho do corredor que atravessa a cidade. O projeto financia na cidade, além do novo acesso, a instalação de cinco estações de embarque e desembarque e centro de controle operacional, além da remodelação das vias, com faixas adicionais e nova sinalização de solo.

CORREDOR

O Corredor Metropolitano Noroeste – que ganhou o nome do ex-vereador campineiro Bileo Soares –  prevê faixas exclusivas para ônibus, ligando os municípios de Campinas, Monte Mor, Hortolândia, Sumaré, Nova Odessa, Americana e Santa Bárbara d’Oeste. As intervenções urbanas são implementadas em lotes, dentro de cada cidade, para a posterior conexão entre os trechos. O projeto vai aprimorar o transporte público entre as cidades.

Leia também

BOLETIM 185: MONTE MOR REGISTRA NESTA QUARTA-FEIRA MAIS NOVE CASOS POSITIVOS DO NOVO CORONAVÍRUS E TOTAL CHEGA A 1490

A Prefeitura de Monte Mor, por meio do Comitê de Enfrentamento e Prevenção ao Novo Coronav…