Sílvia França foi morta com golpes de arma branca, possivelmente faca. A causa da morte do bebê não foi divulgada. Foto: Reprodução

Sílvia França foi morta com golpes de arma branca, possivelmente faca. A causa da morte do bebê não foi divulgada. Foto: Reprodução

Um homem de 25 anos foi preso por suspeita de matar a namorada, também de 25, e a filha dela, um bebê de nove meses. Após o crime, Alif Ferreira de Lima ainda teria dormido com os corpos no apartamento durante dois dias. O caso aconteceu na cidade de Cascavel, no Paraná. Sílvia França foi morta com golpes de arma branca, possivelmente faca. A causa da morte do bebê não foi divulgada, embora haja a suspeita de que a menina tenha sofrido uma overdose de medicamentos controlados postos na mamadeira.

Os corpos foram encontrados por uma amiga de Sílvia. Ela foi até a casa onde mãe e filha estavam morando a pedido do pai e do avô das vítimas, que não sabia o endereço atual delas. Ao chegar lá, a amiga foi avisada pelo suspeito de que as duas estavam dormindo. Ao retornar para uma segunda visita, Alif teria se mostrado nervoso, disse que precisava sair e deixou a mulher sozinha.

Ao entrar no apartamento, a mulher se deparou com os corpos das vítimas. O suspeito também teria deixado uma carta confessando o crime e pedindo perdão. Ele foi preso na casa da mãe, em outro bairro de Cascavel e prestou depoimento. Segundo o advogado, Alif sofreria de problemas psiquiátricos e passou por desentendimentos com a vítima.

Fonte: OP9

Leia também

Vacinação nacional contra o sarampo entra na segunda fase

Foto: USP Imagens/Divulgação O Ministério da Saúde inicia nesta segunda-feira (18) a segun…