Os agentes penitenciários do CPP (Centro de Progressão Penitenciária) de Hortolândia impediram a entrada de 137 celulares e de 17 Kg de drogas, além de equipamentos periféricos. A apreensão foi feita às 4h desta terça-feira (9). Ninguém foi preso.

Esta unidade faz parte do Complexo Campinas-Hortolândia. As informações são da SAP (Secretaria de Administração Penitenciária).

LEIA TAMBÉM

Todos os materiais foram arremessados para a área interna da unidade prisional, destinada a detentos que cumprem pena no regime semiaberto, na fase final da sentença.

A Unidade prisional informou a SAP que servidores perceberam que dois homens cortaram o alambrado da unidade prisional, para abandonar os materiais. Depois fugiram.

Foram apreendidos um alicate, usado para cortar a cerca, 14,2 kg de maconha, 2,75 kg de cocaína, 137 aparelhos celulares, 196 carregadores, 130 chips e 13 baterias do aparelho, 197 fones de ouvido, 58 cabos USB e dois tabletes de cola tipo Durepoxi.

Os equipamentos e as drogas estavam em duas mochilas. Todo o material foi apreendido no Plantão Policial da cidade.

Como ocorre em ocorrências deste tipo, a SAP informou que foi aberto um procedimento disciplinar para apurar envolvimento de sentenciado na tentativa de arremesso dos materiais.

(Foto: SAP/Divulgação)

Leia também

Hospital municipal de Hortolândia tem pacientes à espera de transferência para hemodiálise

LEIA TAMBÉM Hospital municipal de Hortolândia tem pacientes à espera de transferência para…