O enfrentamento ao Coronavírus continua a ser a prioridade do momento no município. Apesar disso, a Prefeitura de Hortolândia se mantém atenta a outras questões importantes de saúde. Uma delas é a prevenção contra acidentes com escorpião. Nesta semana, a Administração concluiu o trabalho de orientação casa a casa com moradores do Jardim Nova América. A UVZ (Unidade de Vigilância e Zoonoses), órgão da Secretaria de Saúde, visitou 126 residências do entorno da URE (Usina de Reciclagem de Entulhos). Destas, em 10 casas os agentes constataram a presença de escorpiões, de acordo com relatos dos moradores. No levantamento do órgão, a ação abrangeu um total de 277 residências. Os agentes não conseguiram visitar 151 casas, das quais 147 estavam fechadas e 4 cujos moradores se recusaram a receber os agentes. De acordo com o órgão, a ação foi realizada para atender à demanda de reclamações de moradores da região que relataram a presença de escorpiões. 

Apesar da quantidade de residências em que foi verificada a presença de escorpiões no Jardim Nova América ter sido menor que em outras regiões já trabalhadas pela UVZ, a médica veterinária do órgão, Tosca de Lucca Benini Tomass, salientou que em muitas casas do bairro os agentes constataram o acúmulo de materiais de construção, entulho e objetos inservíveis, e a existência de paredes sem reboco, que são potenciais abrigos para escorpiões. “Reforçamos a orientação para que os moradores mantenham os ambientes externos de suas casas organizados e limpos, sem o acúmulo destes materiais, para evitar a presença de escorpiões”, ressalta Tosca. 

LEIA TAMBÉM

Os agentes ainda orientaram os moradores a colocar telas em ralos e grelhas de quintais, ralos de áreas internas e de pias, espelhos de luz, pontos de iluminação, caixas de gordura e esgoto e frestas de janelas para evitar a entrada de escorpiões nas casas. A médica veterinária salienta ainda que as pessoas não devem tentar eliminar escorpiões com uso de inseticidas comuns, pois tais produtos podem deixá-los mais agitados, e com isso aumentar o risco de provocar acidentes com picada. 

ARMADILHAS 

Também nesta semana, a UVZ colocou armadilhas de espuma em galerias subterrâneas de águas pluviais e de esgoto nas regiões do Terras de Santa Maria e Terras de São Felipe (fotos). De acordo com o órgão, nestes dois bairros foi constatada a presença de escorpiões em uma quantidade expressiva de casas. Em razão disso, o órgão colocou as armadilhas para monitorar a situação e definir mais ações de controle nas duas regiões. 

A UVZ realizou, no final do ano passado, trabalho para detectar a presença de escorpiões em galerias subterrâneas de águas pluviais e de esgoto. O trabalho foi feito com a colocação de armadilhas, que consistem de placas de espuma ondulada, presas próximas do acesso às galerias, locais onde os escorpiões se escondem durante o dia. A presença de escorpiões nas armadilhas confirmou a suspeita da UVZ de que estes animais mudaram de hábitos na área urbana. De acordo com o órgão, em 2019, foram registrados 190 casos de aparecimento de escorpiões no município e 96 acidentes com picadas. 

Caso algum morador encontre escorpião na região onde mora, deve entrar em contato com a UVZ por meio dos telefones 3897-3312 e 3897-5974.

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

Leia também

Covid-19: Hortolândia confirma mais uma morte e total sobe para 137 óbitos

A Prefeitura de Hortolândia divulgou na tarde desta quinta-feira (24) mais uma morte por C…