Quer receber as principais Notícias de Hortolândia pelo Whatsapp?
Inscreva-se agora.
Para participar, basta adicionar nos seus contatos o número (19) 98190-8674 e enviar uma mensagem pelo WhatsApp

A Prefeitura de Hortolândia informa que pessoas com idade até 59 anos que não se vacinaram contra o Sarampo, ou não se lembram se já foram imunizadas alguma vez, podem procurar a UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima de casa para que a equipe da sala de vacina avalie a necessidade da proteção. De acordo com a Secretaria de Saúde, adultos precisam ter, pelo menos, duas doses da vacina anotadas na Carteira e Vacinação. Já as crianças, devem ter duas doses da vacina e um reforço, conforme o Calendário Obrigatório.

Em outubro, a Prefeitura realizou a 1ª etapa da Campanha, com a vacinação de 686 crianças com idade entre seis meses até quatro anos completos (4 anos, 11 meses e 29 dias). Durante a campanha, 3.165 carteirinhas de vacinação foram avaliadas nas salas de vacina, sendo que as doses aplicadas representam 21,7% do público que compareceu às unidades de saúde. Conforme a Secretaria de Saúde, a cobertura vacinal atual para as crianças é de 90%, sendo que a maioria desse público foi vacinado em bloqueios e campanhas anteriores.

Em novembro, as unidades de Saúde de Hortolândia realizaram 2ª etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra Sarampo, para jovens e adultos, com idade entre 18 e 29 anos. Nesta etapa, 296 pessoas compareceram às UBSs, sendo que 113 precisaram tomar a dose extra, o que corresponde a 43%.

O Sarampo, que estava erradicado no Brasil, foi reintroduzido no território nacional. Desde agosto, as unidades de saúde de Hortolândia passaram a oferecer vacina contra Sarampo para crianças de seis a 11 meses de idade, por recomendação do Ministério da Saúde. A medida tem como objetivo ampliar a cobertura vacinal e oferecer proteção para as crianças menores de 12 meses,  contribuindo para o controle da doença. Na ação de reforço, a dose extra aplicada de seis a onze meses não terá validade como rotina: as crianças precisam ser vacinadas novamente aos 12 e 15 meses de idade. A Prefeitura também realiza ação de bloqueio após a notificação de suspeitas, mesmo antes da doença ser confirmada ou descartada, com vacinação das pessoas que tiveram contato com o paciente. Neste ano, Hortolândia registra 11 casos positivos da doença.

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

Leia também

Villares Metals divulga oportunidade(s) para Mecânico Manutenção III – 2013655

OBJETIVO DO CARGO: – Efetuar a manutenção corretiva, preventiva e preditivas e inspe…