Idosos cadastrados no CCMI (Centro de Convivência da Melhor Idade), órgão da Prefeitura de Hortolândia, já podem se inscrever para participar do livro “Receitas da Vovó”. Os interessados devem enviar receita e foto do prato já pronto para o CCMI, por Whatsapp, durante os meses de julho e agosto. As mais apetitosas serão escolhidas e estarão disponíveis na primeira edição da publicação.

Não existe pré-requisito para participar. É só usar a criatividade, os dotes culinários, caprichar na foto e enviar a receita. Podem se inscrever homens e mulheres, com 60 anos ou mais, inscritos no programa. Até o momento, 15 receitas já foram recebidas pela equipe do CCMI e participarão do livro.

LEIA TAMBÉM

A iniciativa tem o objetivo de oferecer atividades diversificadas, além da programação semanal com aulas online e palestras sobre temas relevantes. A ideia é promover atividades que os mantenham ativos durante a suspensão das aulas presenciais, medida adotada para conter a disseminação do Coronavírus.

“Essa pandemia está sendo difícil. Estou presa em casa já faz quatro meses. Com muita fé em Deus vamos superar”, diz Creuza Pereira de Souza, de 70 anos, participante do CCMI do Remanso Campineiro. Ela, que participa das atividades do CCMI há 12 anos, avalia que frequentar as aulas tem contribuído para sua saúde. “Mandei a receita de Rosca Doce. Fui eu que inventei e deu certo. Até crianças podem fazer junto, aprender a participar”, acrescentou.

Para Magali Aparecida Della Barba, de 62 anos, que frequenta e participa das atividades do órgão há dois anos, na unidade do Remanso Campineiro, o período da quarentena está sendo difícil, pois sente saudade do convívio com os colegas. “Cozinhar é uma terapia, pois a gente pode inventar, inovar, misturar e sempre saem resultados deliciosos. A receita que enviei foi uma criação minha, geleia, creme e bolacha, um doce de morango. Ficou uma delícia”, comemorou Magali.

O projeto “Receitas da Vovó” prevê a elaboração de um livro que será montado e impresso pelos servidores do CCMI. “Quando retornarmos com as atividades presenciais, faremos uma tarde de autógrafos, para valorizar nossos chefes de cozinha. Além disso, vem mais novidade por aí, temos mais dois projetos ainda neste ano: o de poesia e o de memórias. Nosso objetivo é estimular a criatividade e combater o sedentarismo neste período de distanciamento social”, adianta a coordenadora do CCMI, Fernanda Fadiga.

Atualmente com duas unidades, uma no Remanso Campineiro e outra no Jardim Amanda, o Centro de Convivência da Melhor Idade possui cerca de 1.500 idosos cadastrados.

Mantenha-se ativo

Para auxiliar os idosos durante a quarentena, além do monitoramento para averiguar a saúde física e psicológica, os integrantes do CCMI participam de grupos de WhatsApp e recebem videoaulas de atividades físicas, mensagens motivacionais, fotos antigas tiradas durante as atividades para relembrar momentos e, assim, matar a saudade.

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

Leia também

Boehringer Ingelheim divulga oportunidade(s) para Estágio em TI – v2110792

Descrição Estágio na área de TI Funções & Responsabilidades:   &nb…