Resgatar os sentimentos positivos do amor para combater o clima negativo causado pela pandemia. É com este espírito que o projeto “Recolho e danço histórias de amor” abre espaço para a participação do público. Quem quiser, pode enviar uma história romântica para o e-mail do projeto, O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. , até o dia 12 de fevereiro. As histórias se transformarão num espetáculo de dança. O projeto é um dos contemplados com recursos da lei federal Aldir Blanc, que oferece subsídio para artistas, coletivos e empresas artísticas do município que tiveram suas atividades paralisadas pela pandemia do Coronavírus.

A coreografia será criada pela aprendiz do curso profissionalizante de Dança, ministrado pela Prefeitura de Hortolândia, Leila Akemi de Paula Kawanishi. A aprendiz conta que sua ideia inicial era realizar o projeto na Escola de Artes “Augusto Boal”, órgão da Secretaria de Cultura, onde o curso é ministrado. 

LEIA TAMBÉM

A aprendiz explica que para participar do projeto basta enviar uma história de amor verídica que a pessoa tenha vivenciado ou presenciado. O texto deve ser escrito e não há limite de tamanho. “Vou ler as histórias, e a partir daí, vou traduzir as emoções de cada pessoa em uma coreografia de dança”, explica Leila. A aprendiz destaca ainda que as pessoas não precisam ficar receosas de se identificar. Os textos não serão publicados. “Pode ser que eu use palavras ou frases dos textos, mas não vou identificar a pessoa que escreveu”, salienta Leila. 

A coreografia deverá ter em torno de três a quatro minutos de duração. De acordo com a aprendiz, a previsão é que a coreografia seja filmada e exibida em março. A exibição será feita no canal do YouTube que a aprendiz criou para o projeto, Corpo82, cujo endereço é ESTE. O projeto também tem Facebook, acessível por este LINK, e Instagram, @corpo82lakemi.

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

Leia também

Hospital municipal de Hortolândia tem pacientes à espera de transferência para hemodiálise

LEIA TAMBÉM Hospital municipal de Hortolândia tem pacientes à espera de transferência para…