Connect with us

Cidade

Prefeitura leva vacina contra COVID-19 às escolas de Hortolândia

Artigo

em

Estudantes com idade entre 12 e 17 anos que ainda não receberam a 1ª ou 2ª dose da vacina serão imunizados em ambiente escolar, com autorização do responsável

Quem tem filhos adolescentes está numa idade que, com certeza, foi vacinado na escola durante a juventude. Pois agora chegou a vez dos jovens de hoje serem imunizados no ambiente escolar: a Secretaria de Saúde de Hortolândia está em busca de crianças e adolescentes com idade entre 12 e 17 anos que ainda não foram vacinados contra o Coronavírus. Numa parceria com escolas municipais, estaduais e particulares, a Prefeitura quer garantir a proteção deste público, levando a vacina ao ambiente escolar.

LEIA TAMBÉM

Para isso, as escolas enviaram à Secretaria de Saúde os dados vacinais dos alunos, apurados com apoio das famílias. Os dados são checados no cadastro nacional da vacinação contra a COVID-19. Crianças e adolescentes que ainda não receberam a 1ª ou a 2ª dose recebem o termo de consentimento para assinatura dos pais ou responsáveis. Mediante esta autorização, a vacina é aplicada no ambiente escolar.

De acordo com a coordenadora dos programas de imunização da Secretaria de Saúde, Ana Paula Fernandes, a parceria com as escolas é necessária para ampliar a cobertura vacinal entre os adolescentes de 12 a 17 anos. “Estamos com agendamento aberto para este público mas, por diversos motivos, algumas famílias ainda não conseguiram imunizar seus adolescentes. Com apoio das escolas e autorização dos responsável, vamos conseguir garantir a proteção dos nossos jovens com a vacinação nas escolas”, disse Ana Paula.

A Secretaria de Saúde salienta que os menores de 18 anos serão imunizados com a vacina da Pfizer, que é a vacina autorizada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), órgão do governo federal para este grupo.

Vacinação agendada prossegue

A vacinação de adolescente acima de 12 anos está liberada em Hortolândia, desde o dia 11 de setembro. É necessário realizar cadastro no site Vacina Já (CLIQUE AQUI), do governo estadual, e fazer agendamento no site da Prefeitura, por meio deste LINK. O agendamento possibilita marcar data para ser vacinado com a 1ª dose no CCMI (Centro de Convivência da Melhor Idade), no Remanso Campineiro. A 2ª dose tem a data marcada na Carteira de Vacinação.

A Secretaria de Saúde reforça a orientação para que os menores compareçam ao CCMI acompanhados de pai, mãe ou responsável legal. É necessário levar a impressão (print) ou a foto da tela do agendamento no site da Prefeitura, documento com foto, Cartão Cidadão ou Cartão do SUS, além de comprovante de residência atualizado (de 2021) no nome do responsável. A pessoa que acompanhar o adolescente na vacinação também deve apresentar documento com foto.

Caso o menor compareça ao dia da vacinação desacompanhado ou acompanhado por algum outro parente que não seja o pai, a mãe ou o responsável, ele deverá apresentar duas vias da Declaração de Autorização para ser vacinado. A declaração deve estar preenchida e assinada pelo responsável e precisa ser apresentada junto da cópia do documento desta pessoa. Uma via da declaração ficará com a Secretaria de Saúde e a outra ficará com o menor. A declaração está disponível na página do agendamento no site da Prefeitura para ser baixada e impressa. Quem não tiver acesso à internet, pode retirar a declaração já impressa em papel no próprio CCMI (Centro de Convivência da Melhor Idade) ou nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) do município. A Secretaria de Saúde reforça que o menor desacompanhado que não trouxer a declaração preenchida e assinada não será vacinado.

Mais informações e orientações sobre a vacinação contra COVID-19 podem ser obtidas nos seguintes telefones: (19) 99976-2276, (19) 99979-9620, (19) 99976-6835 e (19) 99920-3204.

Com informações Prefeitura de Hortolândia

Cidade

Arte em 3D nas arquibancadas da “A Poderosa” é entregue

Artigo

em

Por

Trabalho desenvolvido por mulheres garantiu um novo colorido para a praça e promete virar point para fotos e selfies

A arte em 3D estampada nas arquibancadas da praça “A Poderosa” foi entregue oficialmente pela Prefeitura de Hortolândia, nesta terça-feira (26/10), com a participação do prefeito José Nazareno Zezé Gomes e da artista Bruna Moreira, mais conhecida no universo do graffite como “Bromou”.

LEIA TAMBÉM

A arte se tornou um grande painel a céu aberto. Com uma área total de 5 mil metros quadrados, a artista estampou figuras humanas e pássaros, com cores vibrantes. Por conta da técnica em três dimensões, é possível notar diferentes imagens e, conforme o olhar muda, é possível enxergar as figuras completas.
De acordo com o prefeito hortolandense, a arte urbana desenvolvida nas arquibancadas é mais uma ação que integra os trabalhos de revitalização da praça. “Finalizamos mais uma etapa com a pintura, em três dimensões, das arquibancadas. A arte, assinada pela artista tocantinense Bruna Moreira, que junto com outras meninas desenharam essa grandiosa obra de arte, já se tornou point para fotos e selfies. Em relação à revitalização, reformamos os sanitários, implantamos iluminação LED, recuperamos por meio do graffite o famoso “H” e estamos avançando no trabalho de paisagismo e jardinagem. Em breve, o espaço será entregue oficialmente, com direito à câmeras de segurança, base da guarda municipal, feira da economia solidária, apresentações culturais, atividades físicas e muito mais”, destacou Zezé Gomes.

Para a artista, que foi contratada pela Secretaria de Cultura para realizar o projeto em razão de sua experiência em intervenções artísticas em escadarias, levando o efeito 3D para suas obras, desenvolver o trabalho nas arquibancadas da “A Poderosa” foi um marco em sua carreira. “Esse, sem dúvidas, foi o maior painel que já pintei na minha carreira e é importante deixar claro que não fiz sozinha. Contei com a colaboração de várias mulheres. Sei que por meio desse importante apoio dado pela Prefeitura estamos quebrando paradigmas e preconceitos. Isso é fantástico”, declarou “Bromou”.

O secretário municipal de Cultura, Régis Athanázio Bueno, destacou o empenho da artista e das demais mulheres que participaram deste projeto, que já se tornou um marco na arte urbana de Hortolândia. Bueno destacou, ainda, que vem ai mais uma edição do Jacuba Festival de Graffite. “Esse é um evento idealizado pelos grafiteiros ‘Kranium’ e ‘Cabelin’, que criaram, desta vez, uma edição apenas com artistas mulheres. Além de quebrar tabus, o evento visa possibilitar o encontro de nomes nacionais e internacionais da força feminina do graffiti”, comentou Régis.

Além da intervenção artística que promete agitar a praça neste final de semana (30 e 31/10), o festival terá outras atrações: a pintura da fachada do Caism (Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher), no Jardim Green Park Residence, e oficinas de “stickers” para crianças com idade entre 05 a 12 anos.

As cinco artistas que pintarão a fachada do Caism foram selecionadas por três curadoras escolhidas entre nomes de graffiteiras de projeção nacional. As artistas são de São Paulo, Espírito Santo, Brasília e também de Luanda, em Angola. A intervenção no Caism integra, também, a programação da campanha Outubro Rosa, de prevenção ao câncer de mama em Hortolândia.

Com informações Prefeitura de Hortolândia

Continue lendo

Cidade

5º episódio de podcast criado a partir de memórias de idosos do Jd. Rosolém aborda os temas seguridade social e direitos humanos

Artigo

em

Por

Podcast é resultado de projeto feito por extensionistas da PUC Campinas em parceria com a Prefeitura

O grande desafio para o país é oferecer justiça social para os cidadãos. Em linhas gerais, o conceito de justiça social se refere à igualdade de oportunidades, participação e liberdade para as pessoas. Dois itens fundamentais dentro desse conceito são seguridade social e direitos humanos. Os dois itens são os temas do 5º episódio do podcast “Sísifo e o cuidado”. O episódio já está disponível nas plataformas digitais Spotify (CLIQUE AQUI) e Anchor (CLIQUE AQUI).

LEIA TAMBÉM

O podcast, que resgata as memórias de idosas e idosos moradores da região do Jardim Rosolém, em Hortolândia, é resultado do Projeto de Extensão “ARTiculadas”, responsável por transformar pesquisa em produto técnico-cultural. O projeto é desenvolvido por extensionistas da PUC Campinas (Pontifícia Universidade Católica de Campinas), em parceria com a Prefeitura de Hortolândia, por meio do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) Novo Ângulo, órgão da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social.

O 5º episódio está dividido em três partes. Na primeira, a Prof.ª Dr.ª Stela Cristina de Godoi, que está à frente do projeto, fará uma introdução sobre os temas. Na segunda parte, serão apresentados depoimentos de três idosas participantes do projeto que relatam experiências positivas e dificuldades relacionadas aos dois temas que elas vivenciaram. Por fim, na terceira parte haverá um bate-papo com a Prof.ª Dr.ª Stela Cristina de Godoi e os convidados Jesus José Ribeiro da Costa, gerente da Proteção Social Básica da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social e Presidente do Conselho Municipal de Assistência Social de Hortolândia (CMASH), e com a professora Camilla Marcondes Massaro, cientista social e coordenadora do Projeto Vínculos da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários da PUC Campinas.

Sobre o projeto:

Após contatos travados ainda em 2019, os relatos de vida foram coletados em plena pandemia do Coronavírus, no segundo semestre de 2020, depois que os pesquisadores começaram a acompanhar as atividades socioeducativas realizadas de maneira remota com os grupos de idosos vinculados ao CCS (Centro de Convivência Social) do Jardim Rosolém. O contato foi fundamental para que fosse identificado o perfil sociocultural do grupo.

“Tratava-se de um grupo majoritariamente formado por mulheres acima de 60 anos, migrantes estabelecidas na região desde a emancipação de Hortolândia e que haviam tido uma trajetória de vida marcada pelo trabalho do cuidado: o cuidado direto e indireto das pessoas da família e as ações voluntárias de cuidado do outro no âmbito das pastorais católicas, organizações da sociedade civil e comunidades do bairro. Em 2021, passamos a realizar a coleta dessas memórias do cuidado, por meio da aplicação da metodologia da História Oral, com vistas a produção de materiais socioeducativos que promovessem a sensibilização da sociedade para a importância do trabalho cuidado para a reprodução social, valorizando, ao mesmo tempo, as histórias de vida das mulheres idosas do CCS do Jardim Rosolém de Hortolândia e fortalecendo o Grupo da Melhor Idade do qual fazem parte. O resultado principal dessa ação tem sido o retorno positivo da própria população ouvida pela equipe de alunos voluntários de extensão, sobre o sentimento de valorização que o contato com o projeto tem trazido. Consideramos que esses relatos de alegria e satisfação de contar sua história de vida são importantes indicadores de que a valorização da pessoa idosa e de sua contribuição para a reprodução social de sua família e comunidade, são mecanismos sociais fundamentais para a garantia dos direitos humanos e sociais da pessoa idosa”, ressalta a Prof.ª Dr.ª Stela Cristina de Godoi, da Faculdade de Ciências Sociais e também extensionista da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários da PUC Campinas, que está à frente do projeto.

Sobre o mito de Sísifo:

Na mitologia grega, Sísifo era um homem que ousou desafiar os deuses. Capturado, sofreu punição severa. Para toda eternidade, teria de empurrar uma pesada pedra da base até o topo de uma montanha; a pedra rolaria para baixo e ele teria que começar tudo novamente, a cada dia. Para o filósofo Albert Camus, que trouxe às gerações atuais importantes reflexões sobre este mito, ele enfoca um ser que, mesmo condenado a uma tarefa sem sentido, vive a vida ao máximo, lutando contra a morte. Mesmo reconhecendo a falta de sentido no que faz, Sísifo continua executando sua tarefa diária.

Com informações Prefeitura de Hortolândia

Continue lendo

Cidade

Hortolândia terá orçamento previsto de mais de R$ 1 bilhão para 2022

Artigo

em

Por

Orçamento está na LOA (Lei Orçamentária Anual), que detalha despesas e receitas do município para o próximo ano  

Mesmo com as dificuldades provocadas na economia pela pandemia do Coronavírus, Hortolândia terá um orçamento previsto para o ano de 2022 de R$ 1.175.375,00. Este número está na LOA (Lei Orçamentária Anual), que estima as receitas e fixa as despesas do poder público municipal para o próximo ano. A Prefeitura apresentou a lei em audiência pública on-line e remota, aberta à participação do público, realizada em setembro deste ano. A lei está disponível para consulta no Portal da Transparência no site da Prefeitura (CLIQUE AQUI).

LEIA TAMBÉM

De acordo com a Secretaria de Finanças, a LOA detalha as despesas e receitas do município por fonte de recurso e faz a projeção de arrecadação de cada receita, que inclui impostos como IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores), taxas, convênios, entre outras receitas. A LOA deve ser compatível com o PPA (Plano Plurianual) e a LDO (Plano Plurianual), que são as outras duas leis orçamentárias que o município deve apresentar. Ainda segundo a Secretaria de Finanças, 81% do orçamento previsto para 2022 será utilizado para a manutenção dos serviços oferecidos pela Prefeitura à população, que incluem saúde, educação, entre outros. Já os investimentos representam 14% do orçamento previsto.  

O secretário de Finanças, Pedro Reis Galindo, ressalta que a disciplina financeira do município é um dos fatores que contribuem para ter um orçamento previsto de mais de R$ 1 bilhão. “Estamos conseguindo superar os desafios colocados pela crise econômica e pela crise sanitária provocadas pela pandemia graças a uma gigantesca disciplina com as despesas e um enorme compromisso com os investimentos que têm tornado Hortolândia uma das melhores cidades brasileiras para trabalhar e viver”, destaca o secretário. De acordo com a Secretaria de Finanças, a LOA foi encaminhada, no mês passado, para a Câmara Municipal. Por sua vez, o legislativo deve votar e aprovar a lei até o dia 31 de dezembro deste ano.  Aprovada, passa a avigorar a partir do dia 1º de janeiro do próximo ano.

Com informações Prefeitura de Hortolândia

Continue lendo
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Destaque

DestaqueAtualizado há 3 horas

Policiais evitam entrada de 51 celulares em presídio de Hortolândia

Agentes penitenciários evitaram a entrada de 51 celulares na madrugada desta terça-feira (26) no Complexo Penitenciário Campinas-Hortolândia. LEIA TAMBÉM Instituto...

DestaqueAtualizado há 9 horas

Operação contra organização criminosa prende nove pessoas e deixa um morto em Hortolândia e região

Uma operação do Ministério Público de São Paulo (MP-SP) e da Polícia Militar prendeu nove suspeitos e cumpriu mandados de...

DestaqueAtualizado há 10 horas

Mais de mil oportunidades de trabalho na região; Veja como se candidatar

Os PATs (Postos de Atendimento ao Trabalhador) de Campinas, Indaiatuba, Valinhos, Paulínia, Americana, Nova Odessa e Santa Bárbara d’Oeste estão...

DestaqueAtualizado há 1 dia

Correios fica “sem sistema” mais uma vez e gera filas e reclamações de moradores em Hortolândia

A instabilidade no atendimento do Correios ainda não foi resolvida: moradores registraram filas enormes na manha desta segunda-feira (25), você...

DestaqueAtualizado há 1 dia

SAMSUNG abre processo seletivo pela internet para 25 cargos diferentes

A Samsung Electronics é líder global em tecnologia, abrindo novas possibilidades para pessoas em todos os lugares, está com oportunidades...

DestaqueAtualizado há 2 dias

Auster Nutrição divulga oportunidade de trabalho para Assistente em Hortolândia

Seja bem-vindo (a)! Ficamos felizes em seu interesse! Indústria em Hortolândia em crescimento contrata Assistente de Compras Responsabilidades e atribuições...

DestaqueAtualizado há 4 dias

Motociclista morre após acidente com carreta em rodovia

Motociclista foi morto em acidente de reboque na Rodovia Anhanguera (SP-330), em Sumaré (SP). O acidente ocorreu por volta das...

DestaqueAtualizado há 6 dias

Moradores aglomeram em fila na frente de agência dos Correios em Hortolândia; Veja o vídeo

Clientes dizem que mesmo pagando pelo frete, mercadorias não chegam. Os moradores de Hortolândia seguem sofrendo com o péssimo serviço...

DestaqueAtualizado há 6 dias

ENXUTO seleciona funcionários para trabalho para diversos cargos diferentes

A história do Grupo Enxuto teve início com o empreendedor, João Batista Gonçalves, em 1963. Ao chegar em Campinas, Gonçalves...

DestaqueAtualizado há 6 dias

Supermercados Savegnago compra Paulistão em Hortolândia e outras unidades da região

Rede pretende investir R$ 100 milhões em adequações das lojas adquiridas e espera gerar 2,5 mil empregos. O supermercado Savegnago...

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

TAGS

+ VISTOS