Quer receber as principais Notícias de Hortolândia e região pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.

Prefeito Angelo Perugini compareceu à cerimônia de lançamento, nesta quarta-feira (17/07), no auditório do CFPE (Centro de Formação dos Profissionais em Educação) “Paulo Freire”, no Remanso Campineiro

O prefeito Angelo Perugini lançou oficialmente, nesta quarta-feira (17/07), o Programa Jovem Protagonista. Trata-se de uma iniciativa da Prefeitura, por meio da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, voltada a jovens entre 14 e 18 anos de idade, em situação de vulnerabilidade social, que já realizam ou pretendem realizar no município projetos sociais que de algum modo beneficiem a comunidade. Os 25 contemplados atuarão em diversas áreas, tais como esportes e cidadania, artes e linguagens (teatro, música, dança, desenho, inglês), culinária, arborização, prevenção e combate às drogas, dentre outras. Na primeira edição, o projeto recebeu 193 inscrições.

A cerimônia de lançamento, no auditório do CFPE (Centro de Formação dos Profissionais em Educação) “Paulo Freire”, no Remanso Campineiro, reuniu selecionados, familiares, amigos e gestores municipais. Durante o evento, foi exibido um vídeo com depoimentos dos jovens sobre os projetos. Cada integrante recebeu camisa do projeto, especialmente criada pela Prefeitura.

Perugini ressaltou o alcance social da iniciativa. “São projetos de solidariedade, que vão olhar para os outros e servir à nossa comunidade nos próximos tempos. Estes meninos e meninas carentes, em estado de vulnerabilidade, precisam ser incentivados. Eles vão andar pelas ruas e trabalhar pelo bem da nossa cidade de Hortolândia. Vão fazer trabalhos de solidariedade na comunidade e receber R$ 540 para isso”, afirmou o prefeito.

Para o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Régis Athanázio Bueno, os bolsistas serão parceiros da Administração Municipal junto à comunidade local. “Os jovens vão receber uma bolsa incentivo por organizarem ações solidárias junto com a comunidade. Essas ações fortalecem o vínculo que eles têm com o município, com a comunidade onde vivem e ajudam a Prefeitura a direcionar as políticas públicas para quem mais precisa”, afirma Bueno.

Jovens protagonistas

Um dos “jovens protagonistas” de Hortolândia é Kauan Antunes Boiatti, de 16 anos, morador do Jd. Nossa Senhora de Fátima, estudante do 2o. Ano do Ensino Médio na E.E. (Escola Estadual) Pastor Roberto Rodrigues de Azevedo.  O projeto social  “Drogas? Na minha vida não”, que surgiu em meio às atividades do grêmio estudantil sobre o combate ao bullying, ultrapassará agora os muros da escola. A ideia de Kauan, junto com os colegas, é reunir jovens de outras escolas para um bate-papo ao ar livre com outros adolescentes, em torno do tema, no Parque Socioambiental Irmã Dorothy Stang. As atividades começam logo após o recesso escolar, em agosto, e terão o suporte de uma psicóloga e de policiais militares, amigos de Kauan. “Falamos sobre drogas lícitas e ilícitas, porque uma leva à outra. Vimos que a questão do bullying também estava ligada a das drogas. É uma discussão aberta e ser jovem ajuda”, diz ele.

Na região do Jd. Amanda, outro “jovem protagonista” é Nathanael Machado Paiva, de 16 anos, estudante do 2o. Ano do Ensino Médio na E.E. Priscila Fernandes da Rocha. Sensível à realidade de quem vive em vulnerabilidade social, em especial à questão da fome, tem como público-alvo pessoas em situação de rua e famílias necessitadas. O projeto começou em 2019 com ele e o pai, que começaram a arrecadar alimentos, agasalhos e roupas para ajudar a quem vivia pelas ruas e precisava de auxílio, no bairro mais populoso de Hortolândia. A dupla costuma distribuir pão, leite, chá, café, água, roupas e cobertores, às vezes com o suporte da kombi da família. Natural de Minas Gerais, Nathanael lembra dos dias difíceis que já passaram em casa, tanto lá quanto aqui, o que despertou nele uma forte vontade de ajudar o semelhante. “Nós temos pouco, mas com o pouco que temos podemos ajudar. Ajudar alguém faz bem para a gente mesmo”, diz o rapaz, feliz por ter sido selecionado no programa da Prefeitura. A ideia agora é expandir a iniciativa para outros bairros da cidade.

Sobre o Jovem Protagonista

De acordo com a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, o Programa Jovem Protagonista é respaldado em legislação própria: a Lei nº 3.592/2018 e o Decreto nº4.160/2019. O Programa, de caráter inclusivo, visa buscar alternativas para o combate à vulnerabilidade social, por meio de ações comunitárias protagonizadas por jovens hortolandenses. Os projetos sociais inscritos foram analisados pela Comissão de Avaliação, Seleção e Monitoramento. Entre os critérios de escolha, segundo a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, estão relevância social, número de beneficiados com a iniciativa, qualidade e legibilidade do texto da proposta e viabilidade do projeto. Os participantes aprovados receberão uma bolsa-auxílio de R$ 540,00 mensais para realizar o projeto. 

De acordo com o diretor do Departamento de Economia Solidária, Gérson Ferreira, o jovem poderá permanecer no programa por até dois anos e deverá comprovar participação efetiva no projeto. “O jovem deverá investir pelo menos 25 horas de trabalho mensal, desenvolvendo o protagonismo dentro da cidade. Eventualmente, também deverá participar das atividades desenvolvidas na Administração Municipal, mantendo canais de comunicação em relação aos temas relacionados ao seu projeto. Todos integrantes deverão apresentar relatórios com descrição, horário de dedicação ao projeto, além de imagens”, explicou Ferreira.

PIC

O Programa Jovem Protagonista, assim como os cursos de qualificação profissional integram o PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento) implantado pela Prefeitura com o objetivo de promover o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. Por meio do programa, a Prefeitura quer melhorar a prestação dos serviços públicos municipais em todas as áreas, em especial na saúde, educação, segurança, mobilidade urbana e geração de emprego. Mais de 100 obras e serviços serão realizados por meio do PIC

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

Leia também

Confidencial divulga oportunidade(s) para Atendente com Vendas

Requisitos e Atividades: Ensino médio completo. Experiência com vendas presenciais, atendi…