A partir de agora, quem é defensor do meio ambiente terá mais uma ferramenta disponível para se conectar com o Poder Público, sempre que necessário. É o App Agenda Verde, que a Prefeitura de Hortolândia disponibiliza à população, gratuitamente, e estará ao alcance das mãos de cada um. Por meio dele, com apenas alguns cliques, será possível denunciar descartes irregulares de resíduos, obter informações sobre limpeza urbana, coleta seletiva e educação ambiental, dentre outros serviços relacionados.

O dispositivo será lançado oficialmente, durante a apresentação do “2º Estudo Gravimétrico dos Resíduos Sólidos de Hortolândia”, que acontecerá nesta terça-feira (26/11), às 14h, no auditório do Centro de Formação dos Profissionais em Educação “Paulo Freire”, localizado na Rua Euclides Pires de Assis, 205, no Remanso Campineiro. A nova ferramenta substituirá o WhatsApp da Agenda Verde.

O aplicativo já está disponível para download nas lojas oficiais GooglePlay e AppleStore, podendo rodar em dispositivos móveis, como celulares e tablets com sistema operacional Google e também iOS. A pedido da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, a ferramenta foi desenvolvida pela Maximizi Inteligência e Tecnologia, empresa local com 30 anos de experiência, em parceria com a empresa Horto Ambiental, responsável pela limpeza urbana e coleta de resíduos.

Lá, além de poder enviar, sigilosamente, fotos e mensagens de textos denunciando descarte irregular, o usuário poderá encontrar o equipamento de coleta seletiva mais próximo de casa – seja um PEV (Ponto de Entrega Voluntária de Entulho e outros materiais recicláveis) ou um LEV (Local de Entrega Voluntária). É possível também consultar dias e horários da coleta seletiva domiciliar e telefones de serviços públicos úteis. Há ainda dicas ambientais.

Para usar todas as funcionalidades do App Agenda Verde, é necessário se cadastrar, criando login e senha e fornecendo e-mail e telefone.

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

Leia também

Coronavírus: Hortolândia registra mais 51 casos positivos e total sobe para 2.335

O Sars-Cov-2 utiliza proteínas em forma de espinho para aderir às células humanas que atac…