A fim de abrir um canal de diálogo e garantir políticas públicas específicas para o segmento, a Prefeitura de Hortolândia disponibiliza, a partir desta quarta-feira (05/08), um questionário para mapear os afroempreendedores da cidade. A iniciativa é da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação. O documento foi elaborado pela comissão do programa “Afroempreendedor”, composta por seis representantes do poder público, seis representantes da sociedade civil, além de uma afroempreendedora convidada. O grupo participou, nesta terça-feira (04/08), da segunda reunião da comissão, feita online, em razão da pandemia do Coronavírus para evitar aglomeração.

O questionário pode ser acessado através deste link e ficará disponível, sem nenhum prazo para preenchimento, para garantir que os afroempreendedores já existentes e novos que possam surgir no município, consigam se cadastrar a qualquer momento. As perguntas podem ser respondidas rapidamente, pois são em maioria de múltipla escolha, e visam conhecer o negócio e, principalmente, construir uma rede e canais para comunicação e diálogo.

LEIA TAMBÉM

“Nesta segunda reunião, nós focamos na elaboração do questionário, para garantir que possamos conhecê-los um pouco, mas de uma forma que não ficasse longo e cansativo. Nosso objetivo é, já no começo do próximo mês, montarmos canais de comunicação para dialogar com os afroempreendedores”, destacou o presidente da comissão e coordenador do programa, Edson Ferraz. A comissão voltará a se reunir no dia 18 desse mês.

Para a secretária de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, Monique Freschet, o programa tem o intuito de fomentar as políticas públicas, instituindo um espaço de escuta e proposições de pautas específicas para os afroempreendedores do município.

O programa foi instituído pela lei municipal 3.702, de 19 de novembro de 2019. De acordo com a secretária Monique Freschet, o objetivo é fomentar o afroempreendedorismo e mostrar sua importância para a economia do município. Por meio do programa, a Prefeitura já montou uma rede com 20 afroempreendedores da cidade. Dentre as ações previstas estão atividades de capacitação para o segmento. 

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

Leia também

Prefeitura de Hortolândia implanta ciclofaixa no Corredor Metropolitano

Equipes da Secretaria de Mobilidade Urbana implantam, na manhã desta quarta-feira (25/11),…