A partir de agora, os aprendizes das Formações Culturais Profissionalizantes de Teatro e Dança da Prefeitura de Hortolândia, que acontecem na Escola de Artes “Augusto Boal”, no Jardim Amanda, passaram a ter aulas em casa, online, por meio do computador ou celular. As atividades foram retomadas na tarde desta terça-feira (26/05).

Todas as 13 componentes curriculares, pertencentes a ambos os cursos, foram adaptadas pelos arte-educadores para o ambiente virtual e ocorrem por meio de chat ao vivo. As aulas online são uma medida protetiva, durante a pandemia do novo Coronavírus.

LEIA TAMBÉM

“A inovação aplicada contribui para que o desenvolvimento cultural siga em frente com qualidade, conectando a gestão municipal aos aprendizes das Formações Culturais Profissionalizantes. O resultado deste novo canal institucional veremos num curto intervalo de tempo e, seguramente, no futuro, a aplicação dessas ferramentas será vista como um marco na história da cultura”, ressaltou a secretária de Cultura, Alessandra Amora Barchini.

Além disso, as aulas estão sendo transmitidas em lives pelo Youtube, por meio de links exclusivos, e são armazenadas para acesso posterior dos aprendizes, sendo, também, uma garantia para a prestação de contas dos serviços ofertados pelos arte-educadores.

As aulas acontecem nos mesmos dias dos cursos presenciais, a partir das 19h, com atividades em grupo e atendimento individualizado. Toda a infraestrutura para o restabelecimento dos encontros foi criada pelos servidores da Secretaria de Cultura, trabalhando em home-office, a partir de plataformas gratuitas na internet, sem custos para a Administração Municipal.

Os cursos profissionalizantes têm carga horária de mais de 1.200h de duração e permitem aos aprendizes pleitearem o atestado de capacitação profissional junto aos Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado de São Paulo (SATED – SP) e ao Sindicato dos Profissionais da Dança do Estado de São Paulo (SindDança).  Atualmente possuem, aproximadamente, 260 atendimentos por semestre, e os contatos dos aprendizes com a gestão da Escola de Artes acontece pelo Whatsapp e celular. Todas as atividades são acompanhadas pelos servidores da Escola e registradas por meio eletrônico.

Gradativamente, também serão retomadas as atividades dos cursos livres, com cerca de 1.500 atendimentos por semestre, oferecidos pela Secretaria de Cultura na Unidade Cultural “Arlindo Zadi”, no Armazém das Artes “Carlos Vilela” e na Escola de Artes “Augusto Boal”. 

#HortolândiaSolidária #FiqueEmCasa

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

Leia também

Coronavírus: Hortolândia registra mais quatro casos positivos e total aumenta para 4.413

LEIA TAMBÉM Coronavírus: Hortolândia registra mais quatro casos positivos e total aumenta …