Com o agravamento da pandemia, para conter a disseminação da COVID-19 no município, a Prefeitura de Hortolândia reforça a orientação para a população manter o isolamento social. É a ocasião propícia para se fazer atividades úteis, como limpar a casa, em especial as áreas externas. Com esta medida simples, a população pode evitar a presença de escorpiões em seus lares e a ocorrência de acidentes com estes animais peçonhentos.

A UVZ (Unidade de Vigilância e Zoonoses), órgão da Secretaria de Saúde, salienta que esta época do ano, caracterizada por calor e alta umidade em decorrência das chuvas intensas, é propícia para o escorpião se reproduzir. Por este motivo, a população deve tomar cuidados com este artrópode (animal dotado com patas articuladas).

LEIA TAMBÉM

Para impedir a entrada de escorpiões em casa, a UVZ orienta os moradores para colocar telas em janelas, grelhas de quintais e ralos de áreas externas, internas e de pias, fazer a vedação de frestas e bloquear o acesso destes animais em espelhos de luz, pontos de iluminação e caixas de gordura e esgoto. 

Outra medida importante é manter limpas as áreas externas da casa e evitar o armazenamento de materiais como tijolos e telhas, que podem servir de esconderijo para o escorpião. Caso seja necessário armazenar tais materiais, a orientação é colocá-los em locais afastados da casa e em cima de algum apoio (estrado ou pallet). Restos de construção devem ser descartados, pois também servem de esconderijo para escorpiões. A Prefeitura salienta que o descarte deste tipo de material deve ser feito nos PEVs (Pontos de Entrega Voluntária de entulho e outros materiais recicláveis) existentes na cidade.

Caso o morador encontre escorpião em sua casa ou na região onde mora, deve entrar em contato imediatamente com a UVZ pelo telefone (19) 3897-3312, que funciona 24 horas, ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . Os agentes do órgão irão até o local para recolher o animal e vistoriar a área. Durante a visita dos agentes, os moradores devem manter o uso obrigatório de máscara. 

O órgão reforça a orientação para que o morador evite capturar o animal e usar veneno ou inseticida comum para matá-lo, pois estes produtos podem deixar o escorpião mais agitado e, aumentando a possibilidade de provocar acidente com picada. O escorpião só pica se sentir ameaçado ou for tocado. A Vigilância Epidemiológica, órgão da Secretaria de Saúde, informa que neste ano foram notificados 27 acidentes com escorpião.

ARMADILHAS

Para monitorar a presença de escorpiões em diferentes regiões da cidade, a UVZ coloca armadilhas, que consistem de placas de espuma ondulada, em galerias subterrâneas de águas pluviais e de esgoto, locais onde os artrópodes se escondem durante o dia. A presença de escorpiões nestas armadilhas confirmou a suspeita que estes animais mudaram de hábitos na área urbana. Na última semana, o órgão monitorou as armadilhas colocadas na região do Jardim Terras de Santa Maria. De acordo com a UVZ, neste ano já foram registrados 77 casos de aparecimento de escorpião na cidade.

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

Leia também

Hortolândia fecha 10 bares por dia

A Prefeitura de Hortolândia fechou 10 estabelecimentos de comércio de bebidas por dia na p…