A Prefeitura de Hortolândia realizou, na tarde desta quinta-feira (21/01), ato simbólico para marcar o início da vacinação dos profissionais de linha de frente da saúde contra a COVID-19. O primeiro servidor a receber a imunização foi o auxiliar de enfermagem Sílvio Carlos Palmiro, de 58 anos, profissional que atua na UR (Unidade Respiratória) Nova Hortolândia. Também participaram do ato o prefeito Angelo Perugini e o secretário de Saúde, Dênis André José Crupe.

“Faço parte da linha de frente da UR, atendendo e cuidando de pacientes com Coronavírus. Eu trabalho com amor, certeza e sentimento de estar realizando meu dever. Eu me senti muito honrado por ser o primeiro a ser vacinado. Espero que possa conscientizar todos os cidadãos de Hortolândia sobre a importância de receber a vacina”, destacou Sílvio, que é servidor da rede municipal de saúde desde 1993.

LEIA TAMBÉM

O prefeito Angelo Perugini salientou a importância neste primeiro momento de imunizar os profissionais da saúde que atuam na linha de frente, ao citar como exemplo o trabalho de Sílvio. “Neste ato que iniciamos a vacinação contra a COVID-19 em Hortolândia, Silvio é, merecidamente, o primeiro cidadão a receber a vacina por seu trabalho exemplar de ter se colocado à disposição para salvar vidas na pandemia”, destacou Perugini.

De acordo com o Plano Municipal de Vacinação contra COVID-19 da Secretaria de Saúde, serão vacinados nesta primeira etapa 1.853 profissionais técnicos da rede municipal de saúde que atuam na linha de frente no combate ao Coronavírus, além de 310 profissionais da linha de frente da rede particular de Hortolândia, e 562 pessoas de ILPIs (Instituições de Longa Permanência para Idosos), sendo estes profissionais e idosos. A aplicação das doses será feita nas unidades onde os profissionais atuam e nas ILPIs. Outras 115 doses serão destinadas à profissionais técnicos e de apoio da rede municipal de saúde, identificados em cadastro interno.

O primeiro lote de vacinas contra a COVID-19 chegou em Hortolândia na noite desta quarta-feira (20/01). De acordo com a Secretaria de Saúde, foram enviadas pelo governo estadual 2.840 doses. O município aguardará a chegada de mais lotes da vacina para ampliar a imunização aos demais públicos, conforme o calendário definido pela Secretaria de Estado da Saúde.

PRÉ-CADASTRO

A Prefeitura mantém o pré-cadastro para a segunda fase da vacinação contra a COVID-19. De acordo com a Secretaria de Saúde, o pré-cadastro é para melhor organizar o agendamento para o início da vacinação e, com isso, evitar aglomeração, conforme os protocolos sanitários para evitar a disseminação do Coronavírus.

Profissionais da rede particular de saúde e idosos com 60 anos ou mais podem fazer o pré-cadastro online, por meio do site da Prefeitura, http://www2.hortolandia.sp.gov.br/. Basta clicar no respectivo banner. No pré-cadastro, o interessado deverá informar nome, bairro, telefone, data de nascimento, número do CPF (Cadastro de Pessoa Física), informar se é profissional de saúde e se tem alguma deficiência motora, que dificulte o acesso ao local de vacinação.

A Secretaria de Saúde fará a verificação destes dados com o cadastro da pessoa no e-SUS, que é o banco nacional de dados do sistema público de saúde. Caso os dados estejam corretos, a informação do agendamento de cada pessoa estará disponível para consulta no site da Prefeitura. Para fazer a consulta, é necessário informar o CPF e a data de nascimento. 

Em caso dos dados estarem incorretos, o morador será orientado a entrar em contato com a UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima de sua casa para atualizar os dados. A data da aplicação da vacina será agendada conforme a ordem de prioridade definida pela Secretaria Estadual de Saúde e mediante a entrega do imunizante pelo governo estadual.

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

Leia também

Hortolândia deve adotar fase vermelha por 15 dias

Doria endurece medidas para tentar evitar colapso na rede de saúde; escolas seguem abertas…