O curso de pós-graduação “Escola Pública: relações com o saber que afetam projetos de vida e de trabalho”, realizado por meio da parceria entre a UFSCar (Universidade Federal de São Carlos) e a Prefeitura de Hortolândia, entra na reta final.  O projeto da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia possibilitará a formação de 80 profissionais que levarão este diferencial ao processo de ensino e aprendizagem dos alunos da rede municipal de educação.  

Pensado inicialmente para ser oferecido no formato semipresencial, o curso lato sensu, destinado a todos os profissionais da educação (diretores, assistentes de direção, coordenadores pedagógicos, professores, educadores, agentes educacionais e demais servidores), teve início em abril de 2020. Com o agravamento da pandemia do Coronavírus, a reestruturação para o formato de ensino a distância (EAD) foi realizada com muito planejamento para dar continuidade ao projeto.  

LEIA TAMBÉM

Com coordenação geral do Professor Dr. Flávio Caetano da Silva, da UFSCar, o curso é realizado por meio de parceria de gestão com uma equipe de Coordenação Associada, composta por professores, coordenadores e gestores da rede municipal de ensino.  

Segundo a supervisora Fabiana Rodrigues, foi um percurso longo e muito difícil para todos os envolvidos, pois junto ao processo de formação, o projeto enfrentou grandes desafios com a pandemia. Hoje com o encerramento dos trabalhos de conclusão do curso, a aprovação dos 80 profissionais é uma grande conquista para todos os que trabalharam na sua realização.  

Atuante há nove anos na rede municipal de educação de Hortolândia, o professor de Educação Física e aluno do curso de pós-graduação, Rodrigo Cambiaghi, ressalta importância dos cursos de especialização para retomar os estudos e atualizar os conhecimentos. “É uma oportunidade para o crescimento pessoal e profissional dentro de uma grande universidade federal como a UFSCar. Torço para que outros servidores de nosso município tenham as mesmas oportunidades para poder experimentar a pós-graduação”, diz ele. 

Para Maria Eunice Rodrigues Lee, aluna do curso e professora na Emei (Escola Municipal de Educação Infantil) Residencial São Sebastião II, além de ser uma oportunidade, a formação online trouxe novas experiências e surpresas. “O curso teria encontros presenciais, o que seria uma motivação a mais, pois sempre fiquei em dúvida com cursos totalmente a distância. Porém, mais uma vez fui surpreendida, pois o envolvimento com as disciplinas, com os professores e colegas, me fez ir até o final, mesmo sendo totalmente on-line. Não foi fácil enfrentar uma pandemia, fazer o curso on-line entre outras situações, mas senti prazer em estudar e construir saberes”, afirma a professora.  

“Realizamos tudo o que planejamos. Muitos se engajaram e nos acompanharam. Uns como coordenadores associados, gente da rede municipal de Hortolândia, que tornou o curso intimamente ligado à realidade educacional do município. Outros como cursistas, profissionais da rede, gente que tem alma de educador. A educação aqui é prioridade, mesmo em tempos difíceis”, ressalta o Prof. Dr. Flávio Caetano da Silva, da UFSCar, coordenador do curso.

“Firmarmos parcerias com universidades é fundamental para fortalecermos os nossos programas e projetos de formação continuada, não só pelo benefício aos profissionais da educação, na sua formação como um todo, mas em especial como isso deflagra um processo de aprendizado dentro da rede. Certamente os alunos são os maiores beneficiados. Então, a importância de uma Secretaria de Educação, que cuida e tem a responsabilidade da política educacional de um município, buscar alternativas, sinergias, com uma universidade, que está lá pesquisando, se dedicado em projetos e estudos de casos, para nós é fundamental, no que diz respeito à nossa consolidação e autonomia pedagógica. É uma tríade muito importante: sociedade civil, universidades e comunidade escolar”, ressaltou o secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Fernando Moraes.

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

Leia também

Hortolândia fecha 10 bares por dia

A Prefeitura de Hortolândia fechou 10 estabelecimentos de comércio de bebidas por dia na p…