Quer receber as principais Notícias de Hortolândia e região pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.

Ação começou, nesta quarta-feira (12/06), na Emef Armelinda Espúrio da Silva, no Jd. Nossa Senhora de Fátima

Alunos da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Armelinda Espúrio da Silva, no Jd. Nossa Senhora de Fátima, participam, a partir desta quarta-feira (12/06), da 1a. Mostra de Atletismo para alunos do ensino regular. Voltada a estudantes do 1° ao 5° ano, a ação se estenderá por mais duas quartas-feiras (19 e 26/06), sempre no período da manhã, das 9h30 às 11h30. A iniciativa da educadora física Mariana Carrara tem o apoio da equipe gestora, bem como da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, e visa proporcionar o desenvolvimento de movimentos básicos do atletismo, trabalhando entre os alunos habilidades e competências como autonomia e participação.

Durante os três dias de oficinas de mini atletismo, aproximadamente metade dos estudantes da escola, isto é, cerca de 215 crianças de oito salas do ensino regular, do 1° ao 5° ano, terão a oportunidade de treinar corrida com obstáculos, saltos em distância e arremesso de peso, sendo assistidos de perto por estudantes do 5° ano, do período integral, previamente treinados e monitorados pela professora de educação física. Todas as atividades, restritas aos membros da escola, acontecem na quadra da unidade. 

“Estes alunos do 5° ano do programa de Educação Integral já vivenciaram essa experiência anteriormente e agora podem atuar como assistentes e orientadores dos alunos do ensino regular, com supervisão. É importante trabalhar com eles os movimentos básicos do atletismo, como o lançar, o correr e o saltar, e, dentro disso, a integração e o desenvolvimento da autonomia do aluno. Assim, além de terem a vivência, podem desenvolver o gosto pelo esporte”, afirma a professora Mariana Carrara.

Segundo o coordenador pedagógico responsável pela Educação Física Escolar na rede municipal, Rodiney César Ayres, o Magrão, a Secretaria de Educação vê com bons olhos este tipo de iniciativa vinda do corpo docente. “Trabalhar a autonomia da criança é um grande diferencial. Vimos aqui o protagonismo dos alunos do 5o ano nas atividades, atuando mais do que assistentes, como se fossem professores: ensinando, corrigindo movimentos. Isso trabalha a responsabilidade e a autoestima do aluno, o que está em consonância com nosso projeto político pedagógico”, explica ele.

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

Leia também

ODATA seleciona funcionários para trabalho em Hortolândia

A empresa disponibiliza ao menos sete vagas para a cidade A empresa Odata anunciou a const…