A arte está mais viva do que nunca, mesmo no atual momento da pandemia. É o que prova a sexta edição da Mostra Nacional de Teatro Na Lona, que começa nesta sexta-feira (09/04) e vai até o dia 24 deste mês. Inicialmente programado para acontecer em março, o evento será agora, no formato online em virtude do agravamento da pandemia e da prorrogação da Fase Emergencial do governo estadual para evitar aglomeração e conter a disseminação do Coronavírus. O festival é um dos contemplados com recursos da lei federal Aldir Blanc, que oferece subsídio para artistas, grupos, empresas e profissionais dos setores artístico-culturais do município cujas atividades foram afetadas pela pandemia. A mostra tem ainda apoio do governo estadual, por meio do ProAC (Programa de Ação Cultural) Expresso LAB 40/2020, e da Prefeitura de Hortolândia. A organização da mostra é do Centro Cultural Casa de Joana e da produtora City Web.

De acordo com a organização, justamente em razão da pandemia, a edição deste ano será a maior já realizada. O festival terá um total de 64 eventos, dentre espetáculos teatrais, oficinas e workshops. Participam da ação deste ano grupos e companhias teatrais de Hortolândia, de seis estados brasileiros (São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Ceará e Rio Grande do Norte) e do exterior (Itália). Ainda segundo os organizadores, a estimativa de público deste ano é de 12 mil pessoas.

LEIA TAMBÉM

Os espetáculos terão apresentações ao vivo e gravadas. O público poderá assistir as peças nos canais do YouTube da mostra e da Secretaria de Cultura. Após as apresentações, serão realizados bate-papos ao vivo abertos para a participação do público com os grupos e os elencos de cada peça. O público também poderá se inscrever para as oficinas e os workshops que serão ministrados. As inscrições devem ser feitas no site do evento. Os inscritos receberão posteriormente via e-mail certificado. Quem quiser poderá também apenas assistir as oficinas e os workshops. O diretor do Centro Cultural Casa de Joana, Juraci Moreira, salienta que todos os eventos do festival seguem os protocolos sanitários que incluem uso obrigatório de máscara, higienização com álcool (gel e líquido) e distanciamento.

Para o secretário de Cultura, Régis Athanázio Bueno, a mostra é importante por apresentar um panorama da produção de artes cênicas em âmbito nacional e internacional. “A Prefeitura se sente orgulhosa em apoiar uma iniciativa que representa tão bem o município, ao transformá-lo em um grande palco, neste momento em uma ‘grande tela’ para espetáculos de diferentes cidades e estados brasileiros e também de outros países. A edição deste ano está diferente e adaptada ao formato online, o que possibilita que mais pessoas tenham acesso, bem como, outros coletivos artísticos. A mostra atravessou o oceano e contará com um espetáculo da Itália. O ambiente remoto proporciona tais feitos, rompe as fronteiras. Com isto, ganha a Mostra e muito mais a população, que tem a oportunidade de conhecer outras produções”, destaca Bueno.

ABERTURA OFICIAL

A abertura oficial da Mostra será ao vivo nesta sexta-feira, às 19h30. Em seguida, às 20h, será apresentado, também ao vivo, o espetáculo “Gandhi A Ética Inspiradora” (foto), com o ator João Signorelli. A peça é um monólogo inspirado na vida do líder pacifista indiano Mahatma Gandhi (1869-1948). Ele inicia um jejum para despertar a consciência de governantes do Ocidente e do Oriente para que eles sejam os inspiradores de uma conduta ética. O jejum que Gandhi propõe é para que os povos do mundo deixem de se alimentar com pensamentos desequilibrados, preconceitos e sentimentos sombrios. A peça estimula o público a refletir sobre liderança, não-violência e apresenta princípios ético-filosóficos nas relações humanas, falando sobre integração, cooperativismo e amor. O espetáculo estreou em 2003 e, desde então, já teve apresentações em vários estados brasileiros e em países como Índia, Inglaterra, Suíça, Alemanha, Portugal, Moçambique e Áustria.

A programação da sexta-feira terá também a peça infantil “A História da Cigarra e A Formiga”, que será exibida às 16h, encenada pela Cia. de Teatro São Genésio. A história é inspirada na conhecida fábula “A Cigarra e A Formiga”, do francês La Fontaine (1621-1695). Na montagem da companhia, a história mostra o encontro de uma dupla de insetos artistas, a cigarra cantora e o grilo que toca violão e pensa que é um louva-deus, com a formiga operária. 

Ainda na sexta-feira, às 22h, haverá a apresentação da peça “In-Ser-Vível”, da Cia. Rubricas. O espetáculo aborda as questões da construção social feminina, padronização do corpo e sufocamento da individualidade feminina. A programação completa pode ser consultada no site da mostra.

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

Leia também

Confidencial divulga oportunidade(s) para Operador de Base – v2186621

Descrição Descrição: 1. Responsável por executar procedimentos de recebimento e carregamen…