Nesta terça-feira, em audiência na Comissão de Educação do Senado Federal, onde foi convocado pelo colegiado para prestar esclarecimentos sobre as falhas nos gabaritos do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), o ministro da Educação, Abraham Weintraub, defendeu seu trabalho à frente da pasta.

O titular do MEC afirmou que as 5.100 pessoas vítimas das falhas nas provas só “levaram um susto”. Ressaltou ainda que, em um universo de 4 milhões de inscritos, o número não é significativo.

LEIA TAMBÉM

“Individualmente, são relevantes. Mas, estatisticamente, o impacto na nota de corte é inexistente. Não é significativo, é zero o impacto”, destacou. E completou: “Ninguém deixou de entrar na faculdade devido ao que ocorreu no Enem”.

Leia mais:

Ainda nesta terça, Rogério Marinho, ex-secretário especial da Previdência, tomou posse como ministro do Desenvolvimento Regional, durante cerimônia realizada no Palácio do Planalto.

Economista, Rogério Marinho foi nomeado ministro pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na última quinta-feira (06/02/2020), em edição extra publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Confira:

Outras notícias:

Fonte: Metropoles

Leia também

Afonso França divulga oportunidade(s) para Técnico em Planejamento_ Hortolândia – v2206191

Descrição Realizar medições de avanço físico em obra; Atualizar avanços no cronograma da o…