Uma funcionária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso é acusada de racismo por enviar mensagens para o ex-namorado chamando a atual dele de “macaca de salão” e “encardida”.

Segundo o relato da vítima, uma cabeleireira de 35 anos moradora de Cuiabá, a acusada nunca fez os xingamentos diretamente a ela: sempre fala por mensagens enviadas ao ex-namorado.

LEIA TAMBÉM

Leia a reportagem completa no O Livre, parceiro do Metrópoles.

Fonte: Metropoles

Leia também

Randstad divulga oportunidade(s) para Consultor de Vendas – v2204202

Descrição Descrição: Atividades:LEIA TAMBÉM Randstad divulga oportunidade(s) para Consulto…