Tropas da Força Nacional seguirão para o Ceará, onde, desde a última terça-feira (18/02/2020), policiais encapuzados estão investindo contra quarteis e viaturas da corporação para a qual trabalham, a Polícia Militar. São informações do G1.

A autorização foi dada na noite desta quarta-feira (19/02/2020) pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. Segundo a pasta, será “a fim de proteger a população cearense, em razão de movimento paredista por parte das polícias estaduais do Ceará”.

LEIA TAMBÉM

O envio será feito nesta quinta-feira (20/02/2020) e a Força Nacional deve permanecer no estado por 30 dias, conforme portaria assinada por Sérgio Moro. “A operação terá o apoio logístico do órgão demandante, que deverá dispor da infraestrutura necessária à Força Nacional de Segurança Pública”, detalha a portaria.

Aumento salarial
O envio ocorre em meio ao motim de policiais militares que reivindicam aumento salarial. Um projeto que tramita na Assembleia Legislativa do Ceará aumento o salário de um soldado militar de R$ 3,2 mil para R$ 4,5 mil, em reajuste progressivo até 2022.

Nesta quarta, um grupo de policiais amotinados circulou em viaturas pela cidade de Sobral, a 230 km de Fortaleza, ameaçando comerciantes a fechar as portas.

O senador licenciado Cid Gomes foi baleado quando tentava entrar com uma retroescavadeira em um batalhão da Polícia Militar em Sobral. nesta noite, Moro já havia informado que enviou equipes da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Federal para Sobral, no interior do Ceará, “para garantir a segurança do senador Cid Gomes”.

Fonte: Metropoles

Leia também

Correção: Prefeito de Taguaí morre após contrair covid

Att. Srs. Clientes, A nota enviada anteriormente continha um erro no segundo parágrafo: o …