Kátia Cristina de Almeida da Silva, de 20 anos, suspeita de atear fogo no ex-namorado foi presa na tarde dessa segunda-feira (10/02/2020). Ela era considerada foragida da Justiça. As informações são do jornal O Dia.

A vítima, o motoboy Daniel Jean Rocha Claudinho, 20, teve queimaduras de segundo e terceiro grau em 55% do corpo. Ele está internado no Hospital Souza Aguiar, no Rio de Janeiro, e o estado de saúde é considerado estável.

O crime ocorreu no no dia 15 de janeiro, no Cachambi, na zona norte da cidade. Daniel consertava o cabo do acelerador da moto quando a mulher chegou e jogou gasolina no corpo dele e riscou um fósforo. De acordo com a polícia, a suspeita não aceitava o fim do relacionamento.

Fonte: Metropoles

Leia também

Adolescente é apreendido após roubo com reféns em Hortolândia

Outros dois suspeitos de participarem do roubo conseguiram escapar ROUBO | Itens apreendid…