No Facebook, o pai postava várias fotos dos dois, chegando inclusive a se referir ao filho como “melhor amigo”. Foto: Facebook/Reprodução

Um homem de 57 anos foi assassinado com marretadas e facadas pelo filho, de 19. O crime aconteceu em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Joseph Micheletty Dempsey foi preso em flagrante na quinta-feira (5) pela Polícia Militar. Enquanto era atacado pelo filho, Joseph John Dempsey chegou a dizer: “Eu te amo, meu filho, não me mate”. A Polícia Civil vai investigar a motivação do crime.

A vítima tinha origem britânica. Ele ainda foi socorrido para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu. A PM foi chamada por vizinhos por volta das 22h. Ao chegarem lá, encontraram Joseph John bastante ferido, com várias perfurações no pescoço. Levado para a UPA, teve a morte constatada pelo médico. O filho ainda estava no local, segurando uma faca.

A polícia precisou usar balas de borracha para rendê-lo. Na delegacia, Joseph Micheletty contou que estava bebendo vinho com o pai quando teve um “apagão” e o atacou. Enquanto desferia os golpes, ouviu o pai dizer que o amava e pedir para que não fosse morto. Ele declarou ser usuário de drogas, mas no dia do crime teria consumido bebidas alcoólicas. O suspeito não tem passagem pela polícia.

Joseph John Dempsey morava havia bastante tempo no Brasil. Ele era professor e trabalhava em uma escola particular de inglês da região da Pampulha, na capital mineira. Ele e o filho aparentavam ter boa relação. No Facebook, o pai postava várias fotos dos dois, chegando inclusive a se referir ao filho como “melhor amigo”.

Fonte: OP9

Leia também

DPVAT foi extinto por MP, que pode caducar, diz Bolsonaro

Presidente da República, Jair Bolsonaro, no almoço oferecido aos líderes do Brics, na tard…