O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), nomeou Bruno Bianco Leal para o cargo de secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia. O decreto foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (14/02/2020).

Leal era o número dois da secretaria e passa a ocupar a chefia do órgão. A secretaria era comandada por Rogério Marinho (PSDB-RN), recém empossado ministro do Desenvolvimento Regional.

LEIA TAMBÉM

Leal terá pela frente o desafio de reduzir as filas do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). Atualmente, cerca de dois milhões de brasileiros estão com processos parados à espera da aposentadoria.

Bolsonaro chegou a anunciar que contrataria 7 mil militares da reserva, de forma temporária, para ajudar a dar vazão aos processos previdenciários. A proposta do governo, no entanto, encontra resistência no Alto-Comando das Forças Armadas. A ideia de um dos oficiais seria aproveitar servidores das estatais que serão privatizadas ou vendidas.

O novo secretário também terá pela frente a defesa da Medida Provisória do Programa Verde e Amarelo, voltada para jovens em busca do primeiro emprego e com menos direitos trabalhistas do que a CLT. Bandeira de campanha de Bolsonaro durante as eleições, a MP teve a validade prorrogada nesta semana porque ainda não foi votada pelo Congresso.

Fonte: Metropoles

Leia também

Cronograma para a vacinação de idosos acima de 77 anos

A Secretaria de Saúde de Monte Mor, seguindo o Plano Estadual de Imunização (PEI), informa…