O jornalista brasileiro Léo Veras, do site Ponta Porã News, foi assassinado na noite dessa quarta-feira (12/02/2020) em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, cidade vizinha a Ponta Porã (MS).

Veras chegou a relatar ameaças de morte recebidas pelo trabalho de investigação e denúncia do tráfico de drogas.

Recentemente, o repórter deu depoimento a matéria especial da emissora Record sobre a violência na fronteira entre Brasil e Paraguai.

O jornalista foi executado com 12 tiros de pistola 9 mm, segundo a Polícia Nacional paraguaia. Um dos disparos atingiu a cabeça dele. A vítima foi socorrida e levada a um hospital no Paraguai, mas não resistiu.

O Sindicato de Jornalista de Mato Grosso do Sul (Sindjor-MS) disse, por meio de nota, que lamenta a morte de Veras e pediu “severa investigação” para que o atentado à vida e à democracia seja punido. (Com informações do portal G1)

Fonte: Metropoles

Leia também

Serasa e mais 34 contratam para estágio e trainee

Pessoas trabalhando (Hinterhaus Productions/Getty Images) Mira uma vaga de trainee&nb…