Quer receber as principais Notícias de Hortolândia e região pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.

Documento contempla diretrizes de ações a serem tomadas de acordo com Política Nacional de Segurança

Com a proposta de atender às exigências da Política Nacional de Segurança de Barragens, a Empresa Metropolitana de Águas e Energia (Emae) apresentou o Plano de Ação de Emergência das barragens que pertencem à companhia para representantes de prefeituras e defesas civis das cidades que estão no entorno das represas.

No total, foram entregues 19 planos, que contemplam os procedimentos de notificação e alerta, mapas de inundação, sinalização de rotas de fuga, bem como o fluxograma de notificação em situações de emergência. A apresentação ocorreu na última quinta-feira (9).

“A Emae tem uma grande responsabilidade e, a cada dia, temos nos aprimorado na questão da segurança. Com a divulgação dos Planos de Ação de Emergência não poderia ser diferente”, afirmou o presidente da Emae, Ronaldo Camargo.

Camargo destacou também a reclassificação da barragem de Pirapora do Bom Jesus de classe A para classe B, após nova vistoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O resultado, disponível no relatório “Classificação das Barragens Ciclo 2018” no site da agência, foi obtido a partir da análise dos dados enviados pela própria Emae por meio do preenchimento dos Formulários de Segurança de Barragens e de informações obtidas por meio de fiscalizações realizadas pela agência reguladora.

Para o secretário da pasta de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, o trabalho dos profissionais da Emae merece destaque. “A entrega do Plano de Ação de Emergência elaborado pela equipe técnica da Emae é muito importante para todas autoridades municipais sobretudo para a segurança e tranquilidade da população do entorno”, disse.

Leia também

Maio Amarelo realiza blitz educativa no trecho da SP-101 em Hortolândia

Atividade será nesta sexta-feira (24/0), uma parceria da Prefeitura com a concessionaria R…