Quer receber as principais Notícias de Hortolândia e região pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.

Anúncio foi feito pelo prefeito Angelo Perugini, nesta terça-feira (4/9), durante reunião do Gabinete de Gestão Integrada Municipal de Segurança

A Prefeitura de Hortolândia instalará as câmeras de videomonitoramento para ampliar a segurança na cidade. O anúncio foi feito pelo prefeito Angelo Perugini, nesta terça-feira (04/09), durante a reunião do Gabinete de Gestão Integrada Municipal de Segurança (GGI-M). O encontro contou com as participações  do secretário de Segurança, Luís Leite de Camargo, representantes da Guarda Municipal, Defesa Civil, das secretarias de Saúde e de Educação, Ciência e Tecnologia, de autoridades das polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e SAMU (Serviço de Atendimento Médico de Urgência).

O projeto é que as câmeras comecem a ser instaladas no início do ano que vem, em pontos estratégicos de todas as regiões da cidade. Para isso, a Prefeitura já iniciou o processo de licitação para aquisição dos espiões eletrônicos. “Temos que utilizar a tecnologia e a inteligência para prevenir e combater a criminalidade no município”, destacou Perugini.

O prefeito ainda ressaltou que uma das principais ações de prevenção à criminalidade é investir em Educação. Para isso, a Prefeitura implantou o Programa de Educação Integral em 15 escolas municipais, que beneficia mais de 2,8 mil alunos. “Temos que atrair e fazer com que a juventude passe o dia todo na escola. Com isso, evitamos que os jovens caiam na criminalidade”, observou Perugini.

Outra ação importante para combater a criminalidade, segundo o prefeito, é a retomada do desenvolvimento econômico e social da cidade. Para movimentar a economia local, a Administração Municipal conta com recursos de cerca de R$ 300 milhões para investir em obras de infraestrutura e mobilidade urbana, que vão ampliar a qualidade de vida da população e gerar mais emprego e renda. Os recursos são fruto de parcerias com os setores público e privado.

GUARDA COMUNITÁRIA

Na reunião também foi apresentado o projeto da Guarda Comunitária que a Prefeitura implantará, inicialmente, no bairro Jd. Terras de Santo Antonio.

Outro tema abordado foi a apresentação, pela Guarda Municipal, dos BOs (Boletins de Ocorrência) sobre casos de violência sexual contra crianças e adolescentes registrados nos últimos quatro anos na cidade. Os dados foram obtidos junto à Polícia Civil.

O secretário de Segurança, Luís Leite de Camargo, explicou que, com base nesses dados, a Prefeitura criou um Grupo de Trabalho (GT) de enfrentamento e prevenção da violência sexual contra crianças e adolescentes. O GT, coordenado pelo Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para Mulheres (vinculado à Secretaria de Governo), é formado pelas secretarias de Segurança; Saúde; Educação, Ciência e Tecnologia; e Inclusão e Desenvolvimento Social.

Na reunião também ficou acertada a criação de Câmaras Temáticas, sendo que uma delas tratará das ações integradas entre a GM e a Polícia Militar. A próxima reunião do GGI-M está marcada para novembro deste ano.

Criado em 2011, na segunda gestão de Angelo Perugini, o GGI-M é um órgão colegiado, presidido pelo prefeito, que reúne os secretários municipais e as autoridades de segurança pública (Polícias Militar e Civil), magistrados, Ministério Público, Defensoria Pública e entidades da sociedade civil, como OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e Conseg (Conselho de Segurança). A criação do GGI-M está instituída no Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci). Por meio do GGI-M, a Prefeitura visa implementar políticas e ações integradas de segurança pública.

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

Leia também

Conheça 5 museus com estrutura para bebês e crianças de colo

Equipamentos na capital paulista oferecem desde acessibilidade, fraldário até bancos para …