Investimentos da Prefeitura em educação de qualidade colaboram para bom desempenho das escolas e dos alunos avaliados; meta nacional do Ministério da Educação para 2022 é 6 pontos

O investimento do governo Angelo Perugini em educação de qualidade alcançou bons resultados para o município. O Ministério da Educação divulgou, nesta segunda-feira (03/09), os dados do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) 2017. Hortolândia registrou índice de 6.9 no último ano, tendo como critério para o cálculo a aprovação escolar e a média do desempenho dos alunos em avaliações de matemática e português, dados apurados pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). O resultado é referente aos primeiros anos do Ensino Fundamental, que compreende do 1º ao 5º ano. Este índice supera a meta nacional, que é atingir 6 pontos até 2022, média correspondente ao sistema educacional dos países desenvolvidos.

O Ideb funciona como um indicador nacional que possibilita o monitoramento da qualidade da Educação por meio de dados concretos. Os índices de aprovação são obtidos a partir do Censo Escolar, realizado anualmente. Já as médias de desempenho utilizadas para os primeiros anos do Ensino Fundamental são as da Prova Brasil, para escolas e municípios, realizadas a cada dois anos. Em 2015, Hortolândia obteve índice de 6.5 pontos.

“O índice apontado em 2017 é um ganho para a cidade e reflexo da política educacional do governo do prefeito Angelo Perugini, que tem uma equipe comprometida com a educação de qualidade. Continuamos trabalhando para melhorar ainda mais nosso desempenho”, destaca a secretária de Educação, Ciência e Tecnologia, Alessandra Amora Barchini.

Entre as ações realizadas pela Prefeitura de Hortolândia, no último ano, está a retomada do Programa de Educação Integral, que atualmente atende cerca de 2,8 mil alunos do Ensino Fundamental com atividades como dança, música e projetos de estudo e pesquisa, no contraturno das aulas regulares. O município também investe em formação continuada para professores e profissionais da Educação, favorecendo a troca de experiências práticas que aprimoram a educação em sala de aula, garantindo um processo de aprendizagem cada vez mais rico em conteúdo. Outro investimento realizado é na nova merenda escolar. Os novos cardápios têm alimentação mais saudável, com frutas, verduras, legumes e carne, todos os dias, com redução de açúcar e exclusão de alimentos embutidos.

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

Leia também

BOSCH abre vaga(s) para Engenheiro Elétrico PL (Segurança do Trabalho) para Campinas e região

ATIVIDADES • Suporte Técnico na gestão de eficiência energética, auditorias corporativas d…